Menu
CÂMARA FÁTIMA DO SUL OUTUBRO 2019
quarta, 16 de outubro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
ABUSO SEXUAL

Líder religioso é preso acusado de estuprar 14 adolescentes

todas as vítimas faziam parte da igreja cujo acusado era líder de célula religiosa há cinco anos.

19 Set 2019 - 06h59Por Folha de Londrina

 O Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes) apresentou na tarde de terça-feira (17) um jovem acusado de ter abusado sexualmente de 14 meninos que na época dos crimes tinham entre 12 e 16 anos.

De acordo com a delegada Livia Pini, todas as vítimas faziam parte da igreja cujo acusado era líder de célula religiosa há cinco anos. No entanto, os abusos não teriam ocorrido no contexto de celebrações religiosas. O jovem, que tem 23 anos e há 12 frequentava a igreja, nega todas as acusações.
“Durante o interrogatório ele confirmou a liderança, conhecer os adolescentes e indiciou que não teriam ocorrido os abusos. E apontou que não saberia dizer se eles estariam mentindo”, explicou.
Todos os jovens eram convidados pelo acusado a dormirem na casa dele uma vez que ele possuía íntimo contato com todas as famílias. No quarto do jovem, a polícia encontrou assinaturas dos adolescentes na parede.
Segundo a delegada, os abusos foram relatados por uma das vítimas a um pastor da Igreja Nova Aliança que imediatamente comunicou o Nucria.
"Nós percebemos nas oitivas que muitos destes adolescentes interpretavam aqueles atos como brincadeiras, muitos deles ali conseguiam notar um intuito sexual mas conseguiam contornar a situação. Muitos relatam que, quando perceberam isso, se afastaram, mas a grande maioria só veio a relatar o ocorrido depois que este fato veio à público que foi com uma ocorrência há cerca de dois meses aonde a vítima procurou auxilio na igreja e a igreja prontamente trouxe o caso para a delegacia", explicou a delegada.
Durante o interrogatório o jovem também deu a entender que havia sofrido algum crime de natureza sexual quando criança, o que será esclarecido pela polícia.
O jovem está preso desde a tarde de sexta-feira (13) e agora novas diligências vão ser realizadas para se apurar o cometimento de outros abusos. O Nucria deve apresentar a denúncia por crimes como estupro e
importunação sexual ao Ministério Público em até dez dias.
De acordo com a advogada de defesa, Elaine Carolina Fontes, os fatos narrados não condizem com a realidade e serão esclarecidos. A advogada ressaltou que o acusado é um bom filho, não tem passagens pela polícia e possui conduta ilibada.
Em nota, a Nova Aliança afirmou que o acusado não frequentava mais a igreja. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM CIDADE DO MS
Adolescente grita por socorro e homem é preso por tentativa de estupro em cidade do MS
ASSASSINATO
Motorista de aplicativo é morto com 15 tiros na fronteira
CASO DE POLICIA
'Disseram que eu não era homem', alega acusado de assassinar três trabalhadores
LATROCINIO
Pastor é baleado e morre em assalto; um suspeito foi preso e outro fugiu
CONTRABANDO
PRF apreende em MS 600 relógios e 120 maquinas de cartão de crédito de origem estrangeira
TRAGÉDIA COM 6 MORTES
Acidente em Doutor Ulysses: vítima gravou áudio minutos após tragédia
ITAPORÃ - ACIDENTE
Acidente há poucos instantes envolvendo a ambulância de Itaporã
CASO DE POLICIA
Policial de Naviraí evita assalto e troca tiros com ladrões
DESCARGA ELÉTRICA
Em MS, Ao encostar em fio de alta tensão, empresário sofre descarga de cerca de 7.900 watts
COVARDIA
Menino de 4 anos é morto a facadas pelo padrasto; mãe foi ferida, mas sobreviveu