Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Direito do Consumidor

Justiça manda universidade pagar R$ 15 mil a aluna proibida de colar grau

27 Set 2013 - 17h10Por Campo Grande News

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) condenou a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) a pagar indenização de R$ 15 mil a uma aluna que foi impedida de colar grau. O caso foi julgado, por unanimidade, pela 4ª Vara Cível do Tribunal, que negou provimento à ação feita pela instituição.

Conforme a assessoria do Judiciário, Geizebel Vieira de Souza cursou licenciatura em Pedagogia na modalidade ensino à distância. Ela contou que teve uma crise no polo educacional em que estudava, como falta de material didático e atraso no lançamento das notas no sistema.

Ela contou que a Ulbra falhou na entrega da justificativa para o não comparecimento ao Enade (o provão do ensino superior), como consequência foi impedida de participar da cerimônia de colação de grau. Conforme Geizebel, ela foi informada do ocorrido na véspera da cerimônia, o que lhe causou humilhações e constrangimentos porque já havia convidado amigos e familiares para a formatura.

O relator do processo, desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte, ressaltou que “são inegáveis os transtornos causados à recorrida, diante de toda a situação narrada nos autos, com as várias tentativas frustradas de ver resolvido o problema, com a impossibilidade de colar grau em razão de inércia da requerida”.

Duarte ainda frisou que a acadêmica buscou, de forma incessante, solucionar o problema, mas só conseguiu a solução após ingressar com ação na Justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO VULNERÁVEL
Idoso amarra, estupra criança de 7 anos e ameaça: ‘vou cortar seu pescoço’
DESAPARECIDO
Mãe procura rapaz de 21 anos que desapareceu no último sábado
FERIADO
Operação Corpus Christi da PRF começa nesta quarta-feira
ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
MUNDO MEDONHO
Homem deixa o cadáver da namorada em freezer e vive com mulher que assumiu identidade da morta
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
ASSASSINATO
Homem é morto com golpe de faca em Nova Casa Verde
FEMINICIDIO - ARAL MOREIRA
Marido mata mulher grávida com cinco tiros e é preso tentando cruzar fronteira
PONTA PORÃ - EXECUÇÃO
Rapaz é executado com mais de 15 tiros de pistola e corpo desovado em rodoanel