Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 11 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
MANIACO DA CRUZ

Interditado, 'Maníaco da Cruz' desistiu de faculdade e só recebe visitas da mãe

Ele recebe atendimento psiquiátrico e, por isso, nunca foi liberado da prisão

9 Ago 2019 - 08h15Por Topmidia News

Dyonathan Celestrino, 27 anos, conhecido nacionalmente como ‘Maníaco da Cruz’, e responsável por cometer três assassinatos de pessoas que julgava ‘impuras’, em Rio Brilhante, atualmente ocupa uma cela no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande), no Jardim Noroeste.

O ‘apelido’ do criminoso se deu diante das circunstâncias na qual as vítimas foram encontradas mortas, com o corpo sempre em sinal de cruz, sendo que uma delas, de 13 anos, foi encontrada seminua.

Devido à sua condição psicológica, apesar de mostrar bom comportamento, ele recebe atendimento psiquiátrico sistematicamente e não divide a cela com outros detentos. De acordo com informações da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), apenas a mãe o visita e ele não concede entrevistas já que está interditado.

Dyonathan começou uma graduação na área de gestão ambiental à distância, porém não deu sequência. Em 2013, quando foi transferido para o Presídio de Segurança Máxima, chegou a ameaçar um agente penitenciário com um garfo, no entanto, a Agepen informa que este foi o único ocorrido.

Crimes

Em 2008, Dyonathan Celestrino, à época com 16 anos, fez sua primeira vítima. O pedreiro Catalino Gardena era alcoólatra e foi morto em um terreno baldio, o corpo deixado em forma de cruz. 

A segunda vítima era homossexual e morreu cerca de um mês depois. Letícia Neves de Oliveira, 22 anos, foi encontrada no cemitério da cidade, também deixada em sinal de cruz.

Além disto, uma mulher chegou a ser abordada e ameaçada pelo maníaco, porém, após ser interrogada e ‘julgada pura', foi liberada pelo assassino.

A adolescente Gleice Kelly da Silva, 13 anos, foi a terceira vítima, encontrada seminua, também em posição de cruz.

Após cometer o terceiro assassinato, como era menor, o maníaco foi apreendido e encaminhado para Unei (Unidade Educacional de Internação) de Ponta Porã, fugindo em 2013.

No entanto, acabou localizado no mesmo ano, onde foi encaminhado para o Presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

INCENDIO CRIMINOSO
Moça morre após ter corpo queimado em incêndio provocado por criminosos
AFOGAMENTO
Pescadores encontram corpo de adolescente de Amambai-MS que havia afogado no Paraná
TRABALHO ESCRAVO
Dezessete trabalhadores são resgatados em situação análoga a escravidão em MS
DOENÇA DO SÉCULO
Advogado avisa ex esposa em Culturama, comete suicídio e choca população de Deodápolis
EXECUÇÃO
Homem com várias passagens pela polícia é executado com cinco tiros
TORTURA
VÍDEO: casal que torturou filho adotivo diz que menino 'estava de birra' e 'se jogou no chão'
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre quatro caminhões e um carro mata cinco pessoas na BR-116, diz PRF
PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
CCJ aprova prisão em segunda instância e Simone marca votação definitiva
BRIGA
Bailarino de clipe 'Vai malandra', de Anitta, foi assassinado, aos 28 anos
VIOLAÇÃO DE DOMICILIO
Em Jateí-MS,PM é acionada para atender caso de violação de domicílio.