Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de março de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
MOTIVO FUTIL

Homem teria assassinado namorada após ser chamado de "chifrudo"

Rodrigo Von Schimidt, de 39 anos, foi preso na última terça-feira (7), em Santa Rita do Passa Quatro (SP), na casa de uma suposta namorada que conheceu pela internet.

10 Ago 2018 - 14h39Por Massa News

O homem preso em São Paulo, suspeito de ter assassinado Rosemare Aparecida Neves, encontrada estrangulada em um hotel no dia 22 de março, em Curitiba, teria cometido a crime após descobrir uma traição. Apresentado nesta quinta-feira (9) pela polícia, o homem confessou o homicídio e afirmou que a mulher o chamou de “chifrudo”.

Rodrigo Von Schimidt, de 39 anos, foi preso na última terça-feira (7), em Santa Rita do Passa Quatro (SP), na casa de uma suposta namorada que conheceu pela internet. De acordo com o delegado da cidade, Domingos Antonio de Mattos, o homem fugiu a pé para Limeira logo após cometer o crime e, na cidade, conseguiu uma carona até a casa da namorada. Schimidt foi transferido para Curitiba nesta quarta-feira (8).

A delegada Eliete Kovalhuk, da Delegacia da Mulher, responsável pelo caso, afirmou que o homem confessou o crime e disse que tudo foi em um ‘momento de raiva’. “Eles teriam discutido pois a vítima, Rosemare, teria recebido duas mensagens no celular no momento em que estava no banho. Ele viu de quem se tratavam as mensagens, que seriam de outros dois relacionamentos, e foi tirar satisfação”, explicou a delegada.

Durante a discussão, Schimidt afirmou que a vítima o chamou de “chifrudo” três vezes e, por isso, cometeu o crime. “Ele afirmou que foi um momento de raiva, que discutiram e a vítima teria partido para cima dele. Para se defender, a jogou na cama e a asfixiou”, disse Eliete.

De acordo com as investigações, o homem ficou um dia em Curitiba e, por medo de ser preso, juntou algumas roupas e foi caminhou durante cinco dias até São Paulo. “Não era um relacionamento estável e a família não sabia da existência dos suspeitos. Também existem indícios de que ele já era agressivo, com situações de ameaça de morte e agressão à vítima”, afirmou.

Schimidt responderá pelos crimes de homicídio qualificado e feminicídio e, caso seja condenado, pode pegar de dois a 30 anos de prisão.

Informações Polícia Civil

  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORAJOSA
Mulher reage a assalto e dá surra em bandido
DESUMANIDADE
Motorista morre em acidente com caminhão e carga de frango é saqueada
FÁTIMA DO SUL E MARACAJU
Mulher que simulou sequestro para a própria família é presa em Fátima do Sul
VICENTINA - AÇÃO CONTRA O TRÁFICO
Jovem negocia Crack por televisão e é preso pela Polícia Militar em Vicentina
IVINHEMA
Trabalho desenvolvido em presídio de Ivinhema reflete em benefícios para crianças carentes da região
CONTRABANDO
PRF apreende 11.500 maços de cigarros em Nova Alvorada do Sul
FLAGRANTE
Leiturista 'erra' na hora de registrar consumo e conta de luz sobe R$ 30
TERROR NA ESCOLA
Homem é morto a tiros enquanto buscava filho na escola
TARADÃO
‘Peladão’ aterroriza mulheres em bairro nobre
RIO BRILHANTE - ATENTADO
Dono de Oficina é baleado com tiros de Pistola calibre 40 em Rio Brilhante