Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 26 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
ivinhema - preso por estupro

Homem é preso suspeito de estuprar menina de 9 anos em Ivinhema

Polícia prendeu homem acusado da prática do crime de estupro

23 Out 2013 - 07h38

Policiais Civis da delegacia de polícia de Ivinhema prenderam ontem Zilmar Salvador da Silva, de 40 anos, acusado da prática do crime de estupro de vulnerável, de uma criança de nove anos de idade.

O crime ocorreu na última terça-feira (15/10/2013). Naquela data, por volta das 14h00min, as Polícias Civil e Militar foram acionadas em razão do desaparecimento de uma garota de nove anos de idade, a qual supostamente teria sido levada por um homem.

Imediatamente policiais civis e militares saíram a procura da menina. Por volta das 15h30min, um indivíduo que havia ouvido a notícia do desaparecimento numa emissora de rádio da cidade viu uma garota com as mesmas características mencionadas na notícia, na companhia de um homem. Então, parou o carro e chamou pelo nome dela. A menina veio ao encontro do carro, enquanto que o homem que a acompanhava empreendeu fuga do local correndo. A Polícia Militar foi acionada e imediatamente compareceu no local.

A garota foi levada à Delegacia e de lá e encaminhada ao IML de Nova Andradina para os exames necessários. Em seguida foi ouvida, onde narrou detalhadamente os fatos ao Delegado Dr. Ricardo Cavagna.

Diante das características mencionadas sobre o autor, iniciou-se as investigações da Polícia Civil. Na última sexta-feira, após uma denúncia anônima, uma equipe de policiais civis da DP de Ivinhema passou o monitorar o local onde supostamente o autor estaria escondido, o qual já havia sido identificado pelos policiais civis. Foram feitas várias tentativas de intimação de Zilmar para inicialmente prestar esclarecimentos, porém, mesmo deixando recados para que comparecesse a Delegacia, ele se furtou e manteve-se escondido.

Os policiais civis permaneceram monitorando o local onde sabiam que Zilmar poderia estar escondido desde o final da última sexta-feira até ontem pela manhã, quando então conseguiram localizá-lo e o convidaram para comparecer a Delegacia. Ainda no local em que foi abordado, Zilmar acabou confessando a prática do crime aos investigadores da DP de Ivinhema.

Interrogado pelo Delegado Dr. Ricardo, Zilmar confessou espontaneamente a prática do crime. De acordo com informações obtidas pela reportagem, ele disse que no momento do crime estava alcoolizado e que estava arrependido da prática do delito. Além disso, a acusado foi submetido a reconhecimento pessoal, junto a dois outros indivíduos semelhantes, quando então foi prontamente reconhecido pela vítima e por uma testemunha.

O Dr. Ricardo Cavagna falou à reportagem do Ivinotícias que o inquérito policial ainda está em andamento, por isso prefere esperar a conclusão das investigações para prestar maiores informações. "O que podemos dizer é que todos os meios de provas possíveis estão sendo coletados pela Polícia Civil. Foram solicitados os exames médicos, bem como foram coletadas amostras de material genético para confrontações. Acredito que em quinze ou vinte dias tenha os laudos em mãos". O Dr. Ricardo ainda salientou que o acusado confessou a prática do crime, o que o motivou a pedir a prisão preventiva de Zilmar. "O suspeito, e é importante que se diga que por enquanto é apenas suspeito e não um condenado, admitiu a prática do delito. Por este motivo, pelo fato de estar se esquivando de ser encontrado pela Polícia, pela gravidade do delito e até para garantir a integridade física do acusado, a Polícia Civil, no exercício de sua garantia legal, representou pela prisão preventiva do acusado". Explicou o que é o crime de estupro de vulnerável e quando se consuma "Quando falamos em crime de estupro de vulnerável, é necessário que a população saiba que não é obrigatoriamente manter uma relação sexual. Até um toque no corpo da criança, com um pouco mais de malícia pode caracterizar o crime". E disse também da importância do trabalho conjunto das instituições incumbidas da Justiça "A solução do caso foi possível em razão do trabalho incansável dos policias civis, de um policial militar e do Ministério Público que prontamente manifestou no pedido de prisão".

Determinada a prisão, o mandado foi imediatamente cumprido pela Polícia Civil e Zilmar recolhido a umas das celas da DP de Ivinhema, isolado dos demais presos a espera do término do inquérito. Se condenado, poderá pegar pena de prisão de oito a quinze anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEÍ - PRESÍDIO EXEMPLO
Uniformização de detentas garante mais igualdade, segurança e salubridade no presídio de Jateí
CAPITAL
Enteada diz que foi estuprada sob ameaça, antes de guarda se suicidar
ACIDENTE DE TRABALHO
Mulher morre ao cair em triturador de carne
TOCAIA
Mulher é chamada pelo nome e ao atender leva vários tiros
100 EDUCAÇÃO
Revoltada, mãe denuncia que criança voltou da creche com cocô amarrado em mochila
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é preso após agredir esposa com pedaço de cano e chineladas em Dourados
SEGUNDA EMBOSCADA
Empresário de Distribuidora de Bebidas é atingido por 24 tiros e sobrevive
DUPLO ASSASSINATO
Em trama diabólica Homem matou casal de irmãos para receber seguro de vida da ex-mulher
AQUIDAUANA
Anão do crime mobiliza até elite da PM para sua prisão
DOURADOS - EXECUÇÃO
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido