Menu
SADER_FULL
quarta, 21 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
REGIME SEMIABERTO

Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira

a Justiça concedeu o direito à progressão ao regime semiaberto ao atleta que atuou no Flamengo e está preso há dois anos na cidade do Sul de Minas.

19 Jul 2019 - 09h53Por Extra

RIO - O goleiro Bruno Fernandes só deve sair da cadeia onde está preso em Varginha no fim da tarde desta sexta-feira. Nesta quinta-feira, a Justiça concedeu o direito à progressão ao regime semiabertoao atleta que atuou no Flamengo e está preso há dois anos na cidade do Sul de Minas.

O clima é tranquilo na porta da Associação de Assistência aos Condenados (Apac) de Varginha na manhã desta sexta-feira. A expectativa é que o fórum da cidade abra às 12h e que, só depois disso, um oficial de Justiça se dirija ao local onde Bruno está preso para realizar uma audiência com o goleiro que deve durar 1 hora.

Antes da soltura, a Polícia Civil de Minas deve consultar seu banco de dados para verificar se há alguma pendência relacionada ao goleiro. Caso não haja nenhum registro do tipo, Bruno deve ser liberado.

Entre as regras a serem seguidas por Bruno no regime semiaberto, estão os deveres de informar seu endereço e prestar conta de suas atividades todos os meses, de manter-se em casa aos domingos, feriados e no horário entre 20h e 6h e não frequentar bares, boates e outros locais do tipo.

O goleiro Bruno FernandesO goleiro Bruno Fernandes Foto: Reprodução/EPTV/Claudemir Camilo

Relembre o caso

Bruno foi preso em 2010, quando atuava pelo Flamengo, pela morte da modelo Eliza Samúdio. Três anos depois, o goleiro acabou condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo crime.

A decisão que permitiu a liberação de Bruno foi assinada pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da comarca de Varginha. No entendimento do magistrado, Bruno "satisfaz as exigências subjetivas e objetivas para a concessão da progressão de regime para o semiaberto". A decisão frisa ainda que o goleiro "já cumpriu o lapso temporal necessário da pena imposta no regime fechado".

Ao conceder o benefício ao goleiro, o magistrado levou em conta a exclusão de uma falta grave imputada a Bruno em fevereiro. Na ocasião, ele foi flagrado na companhia de mulheres e usando celular em horário no qual deveria estar exercendo trabalho externo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS UM ACIDENTE
Batida entre carretas deixa um morto e outro em estado grave na BR-163
MUNDO MEDONHO
Campanha pede a governo 82 mil bonecas infláveis para presos se “aliviarem”
INFANTICIDIO
Bebê morre após comer colher de sal dada pela mãe
MORTE ACIDENTAL
Policial civil aposentado de MS morre ao ser atropelado pela própria caminhonete
DESAPARECIDO - COMPARTILHE
Homem desaparece enquanto pescava em lagoa e família reclama de descaso em buscas
CONSTRUÇÃO CIVIL
Com foco no mercado profissional, capacitações na construção civil são oferecidas a detentos de MS
PANICO NA CAPITAL
Terceiro ataque com faca a mulheres espalha pânico entre moradores na capital
QUADRILHA
Filho de policial militar é chefe de quadrilha que fez crianças reféns
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
DOENÇA DO SÉCULO
Suspeitas que Homem encontrado morto em Nova Andradina tenha se suicidado