Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 10 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
MUNDO MEDONHO

Ginecologista é preso acusado de filmar pacientes e vender vídeos a site pornô

O escândalo estourou quando uma paciente descobriu que imagens dela sendo submetida a um exame transvaginal foram parar no site adulto.

4 Dez 2019 - 12h58Por Extra

Um ginecologista de Odessa (Ucrânia) foi preso acusado de filmar pacientes e vender vídeos a um site pornô. Após prestar depoimento, Vyacheslav Tripolko foi liberado.

O escândalo estourou quando uma paciente descobriu que imagens dela sendo submetida a um exame transvaginal foram parar no site adulto. Outras mulheres também apresentaram denúncias. A polícia acredita que haja dezenas de outras vítimas do médico.
Agentes acharam uma câmera escondida no teto do consultório, que fica em um hospital da cidade. O ginecologista alegou que um rival havia instalado a câmera no consultório a fim de prejudicá-lo.
No depoimento, Vyacheslav disse desconfiar que a câmera tenha sido "plantada" quando um novo sistema de alarme foi instalado em todo o hospital. Entretanto alguns vídeos de pacientes foram publicados no site pornô antes da instalação do alarme, contou reportagem do "Daily Star".
"Como cidadão e como médico, estou atordoado", comentou Oleg Lukyanchuk, o diretor-geral do hospital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TORTURA
VÍDEO: casal que torturou filho adotivo diz que menino 'estava de birra' e 'se jogou no chão'
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre quatro caminhões e um carro mata cinco pessoas na BR-116, diz PRF
PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
CCJ aprova prisão em segunda instância e Simone marca votação definitiva
BRIGA
Bailarino de clipe 'Vai malandra', de Anitta, foi assassinado, aos 28 anos
VIOLAÇÃO DE DOMICILIO
Em Jateí-MS,PM é acionada para atender caso de violação de domicílio.
ACIDENTE FATAL
Homem morre vítima de acidente entre Nova Casa Verde e Bataguassu
DOENÇA DO SÉCULO
Ex-morador de Ivinhema é encontrado morto com suspeita de suicídio
EXECUÇÃO
Irmãos são executados em fronteira que já soma 251 assassinatos em 2019
FEMINICIDIO X SUICIDIO
Gerente mata ex e comete suicídio em loja de pneus
INCIDENTE FATAL
Adolescente morre ao usar celular ligado na tomada para ouvir música