Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 17 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Corregedoria Nacional

Funai apura envolvimento de servidor no assassinato do cacique Nízio

9 Nov 2013 - 10h23Por Campo Grande News

A Corregedoria Nacional da Funai (Fundação Nacional do Índio) apura o envolvimento de funcionários do órgão no assassinato do cacique indígena Nísio Gomes, 59 anos, ocorrido em 18 de novembro de 2011 em Aral Moreira. A suspeita também é investigada pela Polícia Federal de Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande.

Ontem, o corregedor nacional, Francisco Arruda, confirmou que há suspeita de que funcionários da Funai estão envolvidos no desaparecimento do cacique. A Polícia Federal chegou a indiciar 18 pessoas pelo crime. Eles chegaram a ser presos e tiveram o habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo.

Entre os envolvidos, estão funcionários e o proprietário de uma empresa de segurança de Dourados. O dono da empresa é Aurelino Arce.

O cacique foi morto durante um ataque ao acampamento indígena Guayviry, em Aral Moreira. No entanto, o seu corpo não foi localizado até hoje.

As investigações apontam que fazendeiros locais contrataram a empresa de segurança para expulsar os índios do acampamento em uma área requerida pelos indígenas. O conflito resultou no ataque aos indios e na morte de Nísio.

Os 23 suspeitos foram acusados de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de testemunhas. O MPF (Ministério Público Federal) já denunciou 19 pelo crime.

Apesar de confirmar a suspeita sobre funcionários da Funai, Arruda não revelou qual seria a participação deles no crime e quantos estão envolvidos. O corregedor também apura o desvio de combustível e veículos da Funai em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALTOS HONORÁRIOS
Advogados cobram R$ 4,4 milhões de Viúva da Mega-Sena em honorários na Justiça
TRAGEDIA
Pai tenta salvar filho em incêndio, mas os dois morrem
DOENÇA DO SÉCULO
Bope age rápido e impede suicídio em Campo Grande
JATEI - ASSALTO A RESIDÊNCIA
Em Jateí, homens armados invadem residência, amarram vítimas e levam Hilux e outros pertences.
INCENDIO
Em Glória de Dourados, veículo é encontrado incendiado na Zona Rural do município.
JATEI - CARRETA DA JUSTIÇA
Emissão de Carteira de Identidade da Carreta da Justiça supera expectativas em Jatei
SEQUESTRO
Pai pede pra abraçar filha e sequestra bebê em Sidrolândia
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo Federal garante a Reinaldo Azambuja aeronaves e recursos para combater queimadas
NOVAS REGRAS NO MS
Novas regras para tirar CNH entram em vigor nesta segunda-feira
CASO DE POLÍCIA
Dono de bar invade casa e estupra doméstica por dívida de R$ 100 em MS