Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
ABANDONO

Filhotes morrem após serem abandonados por dona que ‘fugiu’ para não pagar aluguel

Quatro filhotes de cães foram vítimas de maus-tratos no Jardim Centenário, região Sul de Campo Grande.

13 Out 2018 - 07h55Por Midiamax

Quatro filhotes de cães foram vítimas de maus-tratos no Jardim Centenário, região Sul de Campo Grande. Os animais morreram, nesta quinta-feira (11), dias depois que a dona, ainda não identificada, deixou a residência e mudou-se para outra, no Aero Rancho, bairro vizinho, para ‘fugir’ de pagar o aluguel.

Os animais viviam numa vila de quitinetes. A dona deixou a residência, segundo relato de vizinhos, há cerca de três semanas, levando consigo outros dois cachorros adultos. Os bichos foram achados, fracos, famintos e cheios de bichos, por uma vizinha que ouviu o choro de desespero deles.

Mesmo sem condições de cuidar dos cachorros, a vizinha levou-os para sua casa e desde então pedia ajuda em um grupo de vendas nas redes sociais. “Ela alimentava os cachorros com papinha de arroz e feijão, tudo que tinha em casa para comer”, conta uma testemunha que preferiu não se identificar.

“Ela tentou deixar os animais em ONGs, mas todas que procurou estavam lotadas. Uma pessoa humilde, mas fez o que pode, infelizmente não pudemos fazer mais nada por eles”, lamenta. “Ontem uma ONG, finalmente, ofereceu ajuda e disse que enviaria alguém para buscar os filhotes, mas hoje os bichinhos amanheceram mortos”, conta.

As vizinhas ainda não registraram boletim de ocorrência, por não saberem a localização exata da mulher. Caso encontrada, ela poderá ser enquadrada na Lei dos Crimes Ambientais e responder por maus tratos. A pena prevista para esse crime varia de três meses a um ano, além de multa. No caso relatado, a pena pode ser aumentada, já que os animais morreram em decorrência do abandono.

O que pode ser considerado maus-tratos?

  • Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar
  • Manter preso permanentemente em correntes
  • Manter em locais pequenos e anti-higiênicos
  • Não abrigar do sol, da chuva e do frio
  • Deixar sem ventilação ou luz solar
  • Não dar água e comida diariamente
  • Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido
  • Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força
  • Capturar animais silvestres
  • Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse
  • Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi, dentre outras práticas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
Marido processa esposa após vê-la sem maquiagem, um dia depois do casamento
FRONTEIRA
Moto cai em buraco ao passar por avenida alagada; veja vídeo
ESTUPRO VULNERÁVEL
Menino de 4 anos é estuprado por adolescente dentro de unidade de acolhimento
ESTUPRO VULNERÁVEL
Homem é preso por engravidar menina de 11 anos
CACHAÇA
Homem fica gravemente ferido após ser golpeado com garrafa durante briga em bar
RIO BRILHANTE
Mulher com criança no colo é suspeita de furtar celular de dona de loja. Vídeo
DESCUIDO
Homem cochila, bate em caminhão e mulher fica presa às ferragens
AQUIDAUANA
Adolescente é trancada dentro de casa após convite para tereré e estuprada por quatro homens
ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
ABSURDO
Pai esfaqueia filho por causa de R$ 10 no MS