Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
TESTEMUNHA CHAVE

Filho de testemunha do caso Odebrecht morre envenenado na Colômbia

"As provas (...) indicam que a vítima foi exposta ao cianeto ao beber água em uma garrafa que estava no escritório de seu pai", detalhou a procuradoria.

14 Nov 2018 - 08h43Por Extra

BOGOTÁ — O filho de uma testemunha-chave do caso Odebrecht na Colômbia morreu envenenado com cianeto, dias depois do falecimento de seu pai, aparentemente por infarto, informou a procuradoria do país. Pai e filho morreram entre quinta-feira e domingo. A autópsia de Alejandro Pizano revelou seu envenenamento.

"As provas (...) indicam que a vítima foi exposta ao cianeto ao beber água em uma garrafa que estava no escritório de seu pai", detalhou a procuradoria.

Alejandro acabara de chegar da Espanha, onde vivia, para assistir ao enterro de seu pai, Jorge Enrique Pizano, ex-auditor financeiro da empresa associada à Odebrecht para a construção da Estrada do Sol II, que liga o centro ao norte do país. A mulher de Alejandro está grávida de seis meses.

Jorge Enrique Pizano era uma testemunha-chave do caso que envolve os subornos pagos pela Odebrecht para conquistar a obra milionária. O ex-auditor sofria de câncer e sua morte havia sido atribuída a um infarto, mas o envenenamento do filho levou a promotoria a investigar os fatos.

Um canal de notícias revelou na segunda-feira que Pizano deixou informações - para o caso de falecer ou receber proteção no exterior - de que o atual procurador-geral da nação, Néstor Humberto Martínez, sabia desde 2013, antes de chegar ao cargo, do esquema de corrupção da Odebrecht no país.

"Os fatos e as verdades estão chegando à tona e mostrando como realmente existe um complô contra minha integridade como pessoa", destacou Pizano, em vídeo gravado em 9 de agosto.

Em meados de outubro, o procurador encarregado do caso, Amparo Cerón, sofreu um acidente de trânsito durante suas férias e passou vários dias na UTI, o que o impediu de retornar à investigação.

Entrevista sacode investigações

Uma entrevista de Pizano à rede "Noticias Uno", revelada na segunda-feira, sacudiu as investigações. O ex-auditor havia pedido que a conversa só fosse publicada quando ele tivesse deixado o país — algo que, segundo ele, pensava fazer por temer pela vida — ou tivesse morrido.

A testemunha declarou que, em agosto de 2015, procurou o procurador-geral Martínez, assessor jurídico do Grupo Aval à época, para pedi-lo que contasse ao presidente da junta diretora do grupo financeiro, Luis Carlos Sarmiento Angulo, que havia detectado irregularidades nos contratos da Odebrecht na Estrada do Sol II. A companhia fazia parte do grupo econômico responsável pela construção, por meio da Corficolombiana e sua filial Episol. O sócio majoritário da concessionária era a Odebrecht, com 62%.

Pizano e agora procurador-geral eram amigos de longa data. Em comunicado, Martínez confirmou que o ex-auditor foi a seu escritório particular e pediu que transmitisse suas preocupações. Segundo ele, "com o objetivo de cumprir o encargo cabalmente", questionou o amigo se poderia assumir que se tratava de propina, e teria ouvido que o amigo não tinha certeza. Áudios da conversa gravados por Pizano ratificam esta versão. O procurador-geral sustenta que, só com a investigação de 2017, foi possível confirmar que as descobertas do ex-auditor eram relativas ao pagamento de propinas.

O Grupo Aval, Corficolombiana e a filial Episol ratificaram o relato de Martínez, em comunicado. O grupo diz ter encarregado seu escritório jurídico de elaborar um contrato para a Odebrecht restituir a concessionária a quantia "que por fim não foi explicada satisfatoriamente à Corficolombiana". O escândalo de corrupção levou a ordens de prisão contra executivos e políticos da Colômbia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
IDENTIFICADO MORTO EM ACIDENTE
Identificado homem morre ao bater caminhonete de frente com caminhão de cerveja em Itaporã
ACIDENTE FATAL
Acidente entre Hilux e caminhão carregado com cerveja mata um na MS-157 em Itaporã
FALSARIA
Enfermeira se passa por modelo famoso para conseguir nudes de outras mulheres
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
ACIDENTE EM IVINHEMA
Moradores de Deodápolis sofrem acidente na MS-276 em Ivinhema
FRONTEIRA VIOLENTA
Pistoleiro executa duas pessoas na Fronteira
DROGAS - PONTA PORÃ
Motorista perde o controle e carro capota com mais de 300 kg de droga em Ponta Porã
CAMPO GRANDE
Mulher do MS flagra marido fazendo sexo com prima do interior e posta vídeo na internet