Menu
SADER_FULL
terça, 10 de dezembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
BARBÁRIE

Famoso historiador russo é preso após matar aluna; braços da mulher foram encontrados em mochila

O historiador e professor da Universidade de São Petersburgo, Oleg Sokolov, de 63 anos, foi preso na manhã de sábado, em São Petersburgo, na Rússia, quando tentava jogar partes do corpo de uma mulher em um rio.

11 Nov 2019 - 07h57Por Extra

O historiador e professor da Universidade de São Petersburgo, Oleg Sokolov, de 63 anos, foi preso na manhã de sábado, em São Petersburgo, na Rússia, quando tentava jogar partes do corpo de uma mulher em um rio. Ele estava bêbado e caiu na água. Um homem que o resgatou viu dois braços femininos dentro de uma mochila que estava com o professor e avisou a polícia, que prendeu Sokolov.

Autoridades encontraram na casa do acadêmico o corpo mutilado de Anastasia Yeschenko, de 24 anos, que havia realizado diversos trabalhos em parceria com o historiador e era aluna dele. Os dois viviam juntos e tinham um relacionamento de três anos. Sokolov alegou que a "matou acidentalmente durante uma discussão".

Sokolov era referência em estudos sobre o imperador Napoleão Bonaparte e escreveu obras sobre o francês. No momento em que foi preso, ele vestia uma fantasia de Napoleão, que usava frequentemente em eventos relacionados ao imperador.

O historiador foi condecorado com a Ordem Nacional da Legião de Honra Francesa em 2003 e era membro do Instituto de Estudos Sociais Econômicos e Políticos francês (ISSEP). No mesmo dia em que foi preso, a organização informou que ele foi expulso do comitê. Mais de 2 mil pessoas já assinaram uma petição online exigindo uma investigação da universidade e do departamento de história da instituição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TORTURA
VÍDEO: casal que torturou filho adotivo diz que menino 'estava de birra' e 'se jogou no chão'
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre quatro caminhões e um carro mata cinco pessoas na BR-116, diz PRF
PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
CCJ aprova prisão em segunda instância e Simone marca votação definitiva
BRIGA
Bailarino de clipe 'Vai malandra', de Anitta, foi assassinado, aos 28 anos
VIOLAÇÃO DE DOMICILIO
Em Jateí-MS,PM é acionada para atender caso de violação de domicílio.
ACIDENTE FATAL
Homem morre vítima de acidente entre Nova Casa Verde e Bataguassu
DOENÇA DO SÉCULO
Ex-morador de Ivinhema é encontrado morto com suspeita de suicídio
EXECUÇÃO
Irmãos são executados em fronteira que já soma 251 assassinatos em 2019
FEMINICIDIO X SUICIDIO
Gerente mata ex e comete suicídio em loja de pneus
INCIDENTE FATAL
Adolescente morre ao usar celular ligado na tomada para ouvir música