SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 19 de Agosto de 2017
DELPHOS_FULL
3 de Maio de 2017 10h35

Editora de Campo Grande é suspeita de superfaturar em até R$ 367% livros escolares

Livros de educação ambiental, conforme a Operação Midas II

MÍDIA MAX

Livros de educação ambiental, conforme a Operação Midas II, foram superfaturados em 367% quando adquiridos pela Prefeitura de Paranhos, distante 477 quilômetros de Campo Grande.

Irregularidades foram detectadas em dois pregões, realizados em 2015, onde teria havido manipulação das cotações de preços e superfaturamento. Prejuízo está estimado em R$ 270 mil.

Auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) detectou, por exemplo, superfaturamento de 367% relativos a aquisição de 1,4 mil livros sobre educação ambiental.

Valor investido supera em R$ 84 mil ao praticado pelo mercado, sendo suficiente para compra de outros 5,2 mil exemplares para os alunos.

Diante da fraude, nesta quarta-feira (3), policiais federais e auditores da CGU desencadeiam a segunda fase da Operação Midas em Campo Grande e Paranhos.

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, além do sequestro de valores da conta bancária de duas empresas a fim de cobrir prejuízo de R$ 270 mil. Entre as investigadas está a Planeta ABC - Soluções para Educação, sediada na Capital.
Troca de equipe

Em abril, durante a primeira fase da operação, foi desarticulada organização criminosa que fraudou em R$ 400 mil licitações de merenda escolar em Paranhos.

Para evitar novos casos, segundo o prefeito Dirceu Bettoni (PSDB), toda equipe de licitações foi trocada e alterado conselho para acompanhamento dos processos.

“As vítimas foram os alunos porque não teve merenda e pela aquisição com superfaturamento de materiais que podiam ser investidos em outra área da educação”, pontuou Dirceu.

Documentos e pastas do setor de licitações foram, novamente, levados por policiais federais e auditores da CGU que estiveram no município. Eles já haviam realizado cópia de documentos digitais em abril, que possibilitaram ampliar a investigação sobre as fraudes.

Uso da alcunha Toque de Midas faz referência a expressão da mitologia grega a qual expressa que enriquecimento fácil pode se voltar contra seu beneficiado como castigo por sua ganância.

Comentários
Veja Também
HERBALIFE_300
REINO_MATRÍCULAS_2017
Nossa_Lojas
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.