Menu
SADER_FULL
terça, 20 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
campo Grande

Corpo resgatado na cratera do Inferninho com cabeça destruída pode ser de policial militar

13 Nov 2013 - 16h01Por Mídia Max

O corpo resgatado do Inferninho no último domingo (3) pode ser de um policial militar aposentado de 53 anos de idade. A identificação, ainda não confirmada pela polícia, teria sido confirmada por uma testemunha que conhecia o homem, encontrado em adiantado estado de decomposição.

O cadáver apresentava sinais de tiro na cabeça, parcialmente destruída, e fraturas múltiplas, provavelmente devido à queda de mais de 20 metros de altura na cratera conhecida como Inferninho, na saída de Campo Grande para Rochedo.

Na manhã desta quarta-feira (13) uma testemunha, que seria amiga da vítima, foi convocada para prestar depoimento, mas pouco teria ajudado. Na saída da delegacia, ela afirmou que conhecia a vítima há pouco mais de dois anos e ele sempre dizia ser policial militar aposentado mas que há algum tempo não mantinha contato com ela.

A polícia mantém sigilo total sobre as circunstâncias do crime sob a alegação que as investigações poderiam ser prejudicadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAIU PARA CATAR LENHA
Ossada é de homem desaparecido há quase um ano, confirmam familiares em MS
SOB INVESTIGAÇÃO
Adolescente de 13 anos é suspeito de abusar de criança de 6 em casa de apoio
GLORIA DE DOURADOS - LUTO
Gloriadouradense morre afogado em rio de Mato Grosso
MUNDO MEDONHO
Homem corta o próprio pênis após a mulher o rejeitá-lo por 10 anos
AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo
MORTE E COMOÇÃO
Jovem caminhoneira morre em acidente e comove colegas de toda a região
FÁTIMA DO SUL - FORTE BATIDA
Batida derrubou 3 postes de concreto e ponto de ônibus deixando avenida sem energia em Fátima do Sul