Menu
CÂMARA BONITO SETEMBRO
quinta, 19 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
UNIGRAN NET
FRONTEIRA DA MORTE

Comerciante é morto por pistoleiros, dois dias após sobrinho ser executado

O comerciante Adarcio Sanchez Allende, 56, foi executado por pistoleiros na tarde desta quinta-feira (5), em frente à mercearia dele

6 Set 2019 - 08h49Por Porã News

O comerciante Adarcio Sanchez Allende, 56, foi executado por pistoleiros na tarde desta quinta-feira (5) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS). O crime ocorreu por volta de 15h, em frente à mercearia dele, no bairro San Pedro.

Testemunhas afirmam que o comerciante era tio de Wilson Roberto Sanchez, 32, executado com 22 disparos de pistola calibre 9 milímetros na manhã de terça-feira (3) no bairro Santa Fé, também em Pedro Juan Caballero.

De acordo com a polícia paraguaia, Adarcio Allende estava sentado em uma cadeira de fio ao lado da mãe em frente ao comércio dele quando os pistoleiros de moto chegaram e o alvejaram com vários tiros de pistola 9 milímetros. Os tiros acertaram a vítima na cabeça, na mão e no braço.

Policiais que estiveram no local do crime desta tarde não descartam a possibilidade de as mortes estarem ligadas. Há boatos na fronteira de que Wilson, executado na terça-feira, seria agiota. Como quase sempre ocorre na Linha Internacional em Pedro Juan e Ponta Porã, a polícia não tem pistas dos matadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO
Operação contra o tráfico de drogas tem apreensões de cocaína e maconha em Deodápolis
AFRONTA
Modelo brasileira posa nua e quase é presa na Coreia do Norte
VIOLENCIA
Em manhã com cinco mortos, menino lamenta não poder sair de casa
PROCURA-SE
Mãe de Fátima do Sul, desesperada, faz apelo nas Redes Sociais para que sua filha volte pra casa
VICENTINA - CARRETA DA JUSTIÇA
Em Vicentina 1ª Identidade será gratuita nesta 5ª feira, 19, na Carreta da Justiça
ASSALTO
Dois assaltantes morrem em troca de tiros com a polícia em Dourados
DOURADOS - CPF CANCELADO
Ladrões feridos em assalto a loja de locação morrem no Hospital da Vida em Dourados
CASO DE POLÍCIA
Casal é preso suspeito de espancar até morte bebê de 1 ano e 7 meses em MS
ALTOS HONORÁRIOS
Advogados cobram R$ 4,4 milhões de Viúva da Mega-Sena em honorários na Justiça
TRAGEDIA
Pai tenta salvar filho em incêndio, mas os dois morrem