Menu
SADER_FULL
segunda, 24 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
MUNDO MEDONHO

Campanha pede a governo 82 mil bonecas infláveis para presos se “aliviarem”

Uma campanha na web liderada pelo presidiário Jack Swarez, de 48 anos, está pedindo que o governo do Reino Unido libere 82 mil bonecas infláveis para detentos do país.

21 Ago 2019 - 09h25Por Page Not Found

 Uma campanha na web liderada pelo presidiário Jack Swarez, de 48 anos, está pedindo que o governo do Reino Unido libere 82 mil bonecas infláveis para detentos do país. O mote da iniciativa é a "necessidade que os presos têm de liberar testosterona".

Cumprindo 17 anos de prisão - pena estabelecida em 2012 por tráfico de heroína e cocaína -, Jack teve a ideia após assistir a um programa no Channel 4 sobre brinquedos sexuais.

Segundo o detento, as bonecas infláveis são a única opção para os presidiários, que não têm o direitos de receber visitas íntimas, segundo reportagem do "Metro". Ele está preso em penitenciária de Nottinghamshire (Inglaterra).

"A frustração por causa dessa situação deixa os rapazes inquietos e querendo arrumar confusão", afirmou Jack.
O Ministério da Justiça não se manifestou sobre a demanda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARIA DA PENHA
Mulher é espancada pelo marido após sair para buscar galão de água e demorar para chegar
TRÁGICO ACIDENTE
Grave acidente entre caminhão e carreta deixa um morto em Nova Alvorada do Sul
FATALIDADE
Motorista morre após carro sair da pista e ficar submerso em rio
OUSADOS - POLÍCIA
Bandidos invadem condomínio, furtam cofre e deixam prejuízo R$ 500 mil
FÉ DE DENTRO DOS PRESÍDIOS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios do MS
BARBÁRIE
Adolescente de 17 anos é morta a facadas e tem cabeça levada até casa da mãe
CAPOTAMENTO
Saindo de festa, jovem de 25 anos morre em acidente de carro em MS
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida em Dourados
HOMICIDIO
Homem pede cachorro-quente e depois executa rapper em lanchonete de Dourados
RELIGIÃO
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios do MS