Menu
SADER_FULL
quinta, 19 de setembro de 2019
CÂMARA VICENTINA SETEMBRO
Busca
DENTAL ART
MUNDO MEDONHO

Ativista morde mão de comerciante para libertar galinhas em feira

Inicialmente, a mulher começou a gritar para o vendedores de galinhas e chamá-los de analfabetos.

2 Set 2019 - 08h37Por Extra

Uma ativista pelos direitos dos animais foi vista mordendo uma das mãos de um vendedor de galinhas a fim de libertá-las de uma gaiola. O incidente ocorreu no fim do mês passado em Tangiers (Marrocos).

Inicialmente, a mulher começou a gritar para o vendedores de galinhas e chamá-los de analfabetos. Depois, ela subiu em uma das gaiolas e tentou abrir a porta. O comerciante a impediu travando a abertura com as mãos. Para vencer a resistência, a ativista mordeu o vendedor.

A medida extrema não fez o vendedor mover um centímetro a mão. Chamada ao local, a polícia levou a ativista. Não para uma delegacia, mas para um hospital, onde foi tratada de "histeria".

A história viralizou nas rede sociais. Algumas pessoas demonstraram solidariedade com a ativista, mas a maioria condenou a atitude. Muitos disseram que ela não respeitou o fato de a venda de galinhas sustentar a família do vendedor. Outros foram além: "Se ela queria tanto libertar as galinhas, por que não as comprou e as soltou?"

Assista abaixo:

https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/ativista-morde-mao-de-comerciante-para-libertar-galinhas-em-feira-23920941.html

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO
Operação contra o tráfico de drogas tem apreensões de cocaína e maconha em Deodápolis
AFRONTA
Modelo brasileira posa nua e quase é presa na Coreia do Norte
VIOLENCIA
Em manhã com cinco mortos, menino lamenta não poder sair de casa
PROCURA-SE
Mãe de Fátima do Sul, desesperada, faz apelo nas Redes Sociais para que sua filha volte pra casa
VICENTINA - CARRETA DA JUSTIÇA
Em Vicentina 1ª Identidade será gratuita nesta 5ª feira, 19, na Carreta da Justiça
ASSALTO
Dois assaltantes morrem em troca de tiros com a polícia em Dourados
DOURADOS - CPF CANCELADO
Ladrões feridos em assalto a loja de locação morrem no Hospital da Vida em Dourados
CASO DE POLÍCIA
Casal é preso suspeito de espancar até morte bebê de 1 ano e 7 meses em MS
ALTOS HONORÁRIOS
Advogados cobram R$ 4,4 milhões de Viúva da Mega-Sena em honorários na Justiça
TRAGEDIA
Pai tenta salvar filho em incêndio, mas os dois morrem