Menu
SADER_FULL
segunda, 24 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ENCONTRADA

Após sumiço, estudante de pedagogia é encontrada debilitada em Campo Grande

De acordo com a Polícia Civil, a universitária estava irreconhecível, debilitada, usando boné e roupas diferentes das que ela estava acostumada.

4 Ago 2019 - 08h58Por Extra

estudante de pedagogia Jalille Bichara Marim, de 20 anos, foi encontrada com vida neste sábado (3) caminhando por ruas da Vila Carlota, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, a universitária estava irreconhecível, debilitada, usando boné e roupas diferentes das que ela estava acostumada.

Jalile foi encontrada por policiais da 5ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, comandados pela investigadora Maria Campos, especialista em desaparecimento de pessoas. Segundo ela, a jovem estava acompanhada de um homem, que afirmou ter encontrado Jalile chorando, durante a noite, e estava prestando ajuda.

Assim como a jovem, o rapaz foi levado para a delegacia para prestar depoimento. “Ele afirmou que a acolheu depois de encontrar ela sentada na rua, chorando”, afirmou a investigadora.

Maria Campos, investigadora da Polícia Civil (Foto: Henrique Kawaminami)Maria Campos, investigadora da Polícia Civil (Foto: Henrique Kawaminami)

Ainda conforme a especialista, a localização foi possível após uma longa investigação. “Foi necessário refazer os passos dela, com auxílio de imagens de câmeras de segurança de ônibus mapeamos possíveis caminhos”, revelou.

tempo que a acadêmica ficava dentro do transporte coletivo também foi contabilizado. Segundo a polícia, todas às vezes ela aparecia sozinha nas imagens. A suspeita é de que a moça tenha percorrido diversos pontos e contado com a ajuda de pessoas desconhecidas.

Devido ao estado como a estudante foi encontrada, familiares se comprometeram a leva-la até uma unidade de saúde para passar por exames. A localização da acadêmica foi motivo de comemoração.

“Maior satisfação para nossa equipe é poder encontrar as pessoas com vida. Deus protegeu ela, que teve sorte de não encontrar uma pessoa ruim, como já aconteceu em outros casos”, ressaltou Maria Campos.

Caso – Jalile estava desaparecida desde o fim da manhã da última terça-feira (30), depois de deixar o campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), na Capital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARIA DA PENHA
Mulher é espancada pelo marido após sair para buscar galão de água e demorar para chegar
TRÁGICO ACIDENTE
Grave acidente entre caminhão e carreta deixa um morto em Nova Alvorada do Sul
FATALIDADE
Motorista morre após carro sair da pista e ficar submerso em rio
OUSADOS - POLÍCIA
Bandidos invadem condomínio, furtam cofre e deixam prejuízo R$ 500 mil
FÉ DE DENTRO DOS PRESÍDIOS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios do MS
BARBÁRIE
Adolescente de 17 anos é morta a facadas e tem cabeça levada até casa da mãe
CAPOTAMENTO
Saindo de festa, jovem de 25 anos morre em acidente de carro em MS
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida em Dourados
HOMICIDIO
Homem pede cachorro-quente e depois executa rapper em lanchonete de Dourados
RELIGIÃO
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios do MS