Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 13 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
VIOLENCIA NAS ALDEIAS

Após mortes de indígenas, Governo cria conselho de segurança em Dourados

Conselhos foram criados para cuidarem das as aldeias Bororó e Jaguapiru até 2022

17 Jul 2019 - 15h07Por Correio do Estado

Após morte de cinco índios em uma semana no mês passado em Dourados, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) instituiu os conselhos comunitários de segurança nas aldeias Bororó e Jaguapiru para o triênio 2019 a 2022. A criação do conselho foi publicada na edição desta quarta-feira (17) no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul (DOE). 

A resolução institui que os conselhos terão como membros natos representantes da Polícia Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros. A diretoria dos conselhos será composta por quatro pessoas da comunidade. 

O  Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul fez um levantamento que apontou que as taxas de mortes de indígenas na região de Dourados chegam a 101,18 a cada 100 mil habitantes, o que supera a média nacional de 29,2 a cada 100 mil habitantes.

ASSASSINATOS

No dia 7 de junho, Rosilene Rosa Pedro, 34, e Osvaldo Ferreira, 38, foram mortos na aldeia Bororo. A mulher foi estuprada antes de ser assassinada e ambos foram mortos com golpes de facão. Filho do casal, de 9 anos, contou sobre o crime para a professora, que acionou a polícia. Dois homens foram presos suspeitos do homicídio.

Cinco dias depois, no dia 12 de junho, corpo de Júnior Abraão da Silva, 22 anos, foi encontrado dentro de um poço desativado, na área da Reserva Indígena. Ele foi agredido, apedrejado e jogado vivo no local por um rapaz de 20 anos e um adolescente, de 16, por ciúmes. O suspeito mais velho descobriu que a vítima mantinha um caso com sua namorada e planejou o crime.

Na manhã deste sábado (15), tio e sobrinho foram encontrados mortos a golpes de facão nas proximidades da Missão Caiuás. Josias da Silva Machado, 48 anos, e Pedro Avila Morales Filho,19, foram encontrados por populares com várias marcas de facão e a polícia suspeita que o crime tenha sido cometido nessa sexta-feira (14) por um grupo de três ou quatro pessoas. Caso segue em investigação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Ex-namorado é principal suspeito de matar mulher a pedradas
DOENÇA DO SÉCULO
ANGÉLICA: Mãe encontra corpo de filho após suicídio
ASSEDIO SEXUAL
Professora gata é presa por seduzir e tirar virgindade de aluno em motel
ACIDENTE FATAL
Estudante de medicina morre em acidente violento
FÁTIMA DO SUL - ALERTA
Pedófilos se passam cantora e ameaçam crianças que mandam até nudes, caso aconteceu em Fátima do Sul
ALERTA NAS ESTRADAS
Justiça determina que PRF volte a usar radares móveis em rodovias
COVARDIA
Criança de 3 anos é brutalmente espancada por desconhecido em Campo Grande
CONSUMIDOR LESADO
VÍDEO: cliente denuncia bomba rodando sem sair diesel em posto de Campo Grande
REVOLTANTE
Suspeito de estuprar filha pelo menos 7 vezes é preso em Ribas do Rio Pardo
INCENDIO CRIMINOSO
Moça morre após ter corpo queimado em incêndio provocado por criminosos