Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 22 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
DIFAMAÇÃO

Após gravar vídeo sobre vida sexual de mulheres, dupla é presa em MS

O vídeo repercutiu em várias cidades do Estado. Depois de ouvir todos os envolvidos, a Polícia Civil prendeu Rafael e Lucas em flagrante.

10 Jan 2019 - 13h03Por Campo Grande News

A Polícia Civil prendeu dois homens e apreendeu dois adolescentes em Ribas do Rio Pardo, acusados de divulgar nas redes sociais, vídeo difamando um grupo de mulheres. O caso aconteceu nesta semana, mas foi divulgado apenas ontem (9/1). 

De acordo dom o site Campo Grande News, um dos menores criou o vídeo, que foi compartilhado no canal de 'status' do Whatsapp por outro jovem.

Os suspeitos identificados apenas como Rafael, 21 anos, e Lucas, 18 anos, aproveitaram a situação e publicaram comentários ofensivos, relacionado ao vídeo, no Facebook.

“Todas as meninas do vídeo são marmitas e quem criou o grupo deveria ganhar um prêmio”, postou Rafael na rede. Já Lucas reforçou a ideia do colega dizendo que faria as meninas de “marmitex”. Termo pejorativo se referindo a mulher que só serve para sexo.

O vídeo repercutiu em várias cidades do Estado. Depois de ouvir todos os envolvidos, a Polícia Civil prendeu Rafael e Lucas em flagrante.

Eles vão responder por onze crimes de difamação, pois foram onze vítimas. Já os menores vão responder por ato infracional análogo ao mesmo crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GLOBO DA MORTE
Artistas se machucam durante apresentação de Globo da Morte em MS
FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
DESAPARECIDA - COMPARTILHE
Familia de Fátima do Sul procura por Paulete desaparecida há 4 dias
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
REMEDIO CONTROLADO
Homem sai para caminhar e é encontrado morto em construção na Capital
MAIS UM ACIDENTE
Batida entre carretas deixa um morto e outro em estado grave na BR-163
MUNDO MEDONHO
Campanha pede a governo 82 mil bonecas infláveis para presos se “aliviarem”
INFANTICIDIO
Bebê morre após comer colher de sal dada pela mãe
MORTE ACIDENTAL
Policial civil aposentado de MS morre ao ser atropelado pela própria caminhonete