Menu
PASSARELA
domingo, 24 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
VIOLÊNCIA EM MS

Ao sair de hospital, gestante é perseguida e assaltada por dupla armada

Bandidos seguiram e invadiram a casa da vítima

21 Jun 2017 - 09h39Por Top mídia news

Uma grávida de 39 anos foi rendida e teve seu veículo roubado por uma dupla armada, no começo da noite desta terça-feira (20), em Coronel Sapucaia, município distante aproximadamente 370 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o registro policial, a vítima está gestante, ela passou mal e resolveu ir até o hospital. Após ser consultada, ao sair da unidade de saúde, a mulher estava retornando para sua residência em uma motocicleta.

Durante o caminho, a vítima percebeu que estava sendo seguida por uma dupla que também estava em uma moto. A grávida chegou em sua casa e entrou com o veículo, mas os homens também entraram e mandaram a gestante entregar sua motocicleta.

Temendo que algo pior pudesse acontecer, a mulher resolveu fazer o que os assaltantes estavam mandando. Após o crime, a dupla fugiu. O caso foi registrado como roubo majorado pelo emprego de arma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRIGA EM BAR
Homem morre após ser esfaqueado em bar no Estrela Vera em Dourados
CARGA PESADA
Preso ao tentar carona é suspeito de abandonar carro com 1t de maconha
USUARIO DE DROGAS
Jovem admite ser usuário de crack após ser flagrado furtando comércio na área central
ROUBO DE GADO
Polícia Civil identifica e prende acusados de furto de gado na região de Nova Andradina
DESCASO
Após dias abandonado, cavalo morre em frente a pátio de Prefeitura em Batayporã
FÁTIMA DO SUL - CASO DE POLÍCIA
Homem é esfaqueado pela própria esposa em Fátima do Sul
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Padrasto acerta murro na boca de criança ao tentar agredir esposa
DEODÁPOLIS - CASO DE POLÍCIA
DEODÁPOLIS: PM fecha ponto de venda de drogas próximo ao antigo Parque de Exposições
Capital - OUSADIA
Idosa de 63 anos é amarrada enquanto bandidos "limpam" residência
ACERTO DE CONTAS
Grupo é preso em flagrante após amarrar, ameaçar com arma e fazer 'julgamento' com homem