Menu
CÂMARA BONITO SETEMBRO
quinta, 19 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
DENTAL ART
SUICIDIO OU HOMICIDIO

Advogada criminalista é encontrada morta com tiro na cabeça em sua casa

Ela estava caída na cozinha de sua casa na Vila Santo Antônio, em Maringá. Um segurança da advogada foi quem a encontrou já sem vida e chamou o socorro.

22 Ago 2019 - 12h55Por Goionews

A advogada criminal Sandra Becker, de 50 anos, foi encontrada morta com tiro na cabeça na manhã de quarta-feira (21). Ela estava caída na cozinha de sua casa na Vila Santo Antônio, em Maringá. Um segurança da advogada foi quem a encontrou já sem vida e chamou o socorro.

Equipes do Siate e Samu deslocaram ao local com certa brevidade, mas o médico intervencionista constatou o óbito de Becker. Os policiais militares isolaram a cena do crime até a chegada da perícia e de investigadores da Delegacia de Homicídios. Ao lado do corpo havia uma pistola que foi apreendida.
O segurança confirmou que levou Sandra Becker na tarde da última terça-feira (20) na Delegacia da Polícia Civil para conversar com um delegado, depois a advogada pediu para ir a uma agência bancária e por fim que a levasse para sua casa.
No dia 28 do mês passado, Sandra Becker diz ter sido alvo de um atentado. Segundo a advogada, ela teria sido baleada na coxa na casa do falecido pai. Dois homens ocupando uma moto vermelha passou na frente efetuando vários tiros. Becker foi socorrida por meios próprios e encaminhada para o Hospital São Marcos.
Em entrevista para o repórter André Almenara, Becker acusava a família de Lourival Alves de ter
praticado esse e outros atentados. Lourival Alves morreu assassinado em janeiro de 2014 em Maringá. Sandra que era noiva de Lourival estava junto com ele em um carro quando um homem atirou e matou a vítima.
A advogada na época foi investigada pela Delegacia de Homicídios e apontada como sendo a mentora do crime. O assassino Marcílio Aparecido Alves, que confessou a morte, foi condenado e está preso na PEM. Becker foi condenada no dia 28 de julho do ano passado pela morte do noivo.
A sentença pela condenação foi em 13 anos e 10 meses por ser a mandante do assassinato. O júri popular que aconteceu em Curitiba durou três dias. O advogado de defesa entrou com recurso e Sandra aguardava em liberdade.
A criminalista sempre alegou que não mandou matar o noivo Lourival. Ela dizia que sempre apanhou de Lourival Alves, que sempre registrou boletim de ocorrência na delegacia contra ele. Sobre o assassino, Becker conta que Marcílio matou Lourival para defender Sandra das agressões que vivia sofrendo.
A Delegacia de Homicídios de Maringá vai investigar a morte da advogada Sandra Becker para apurar se houve um crime de assassinato ou de suicídio. (André Almenara).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATENTANDO EM ESCOLA NO MS
Em MS, Faxineira encontra bilhete de suposto atentado em escola; 32 alunos iriam morrer
ABUSO SEXUAL
Líder religioso é preso acusado de estuprar 14 adolescentes
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Maria da Paz e Amadeu salvam a vida de Chiclete após atropelamento
VICENTINA - CARRETA DA JUSTIÇA
Hoje em Vicentina 1ª Identidade será gratuita na Carreta da Justiça
DEODÁPOLIS - OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO
Operação contra o tráfico de drogas tem apreensões de cocaína e maconha em Deodápolis
AFRONTA
Modelo brasileira posa nua e quase é presa na Coreia do Norte
VIOLENCIA
Em manhã com cinco mortos, menino lamenta não poder sair de casa
PROCURA-SE
Mãe de Fátima do Sul, desesperada, faz apelo nas Redes Sociais para que sua filha volte pra casa
VICENTINA - CARRETA DA JUSTIÇA
Em Vicentina 1ª Identidade será gratuita nesta 5ª feira, 19, na Carreta da Justiça
ASSALTO
Dois assaltantes morrem em troca de tiros com a polícia em Dourados