Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
NAVIRAÍ

Acusado de matar a sogra e atirar na ex e no filho é preso 35 dias após o crime

O homicídio aconteceu no dia 19 de abril, em Três Lagoas.

25 Mai 2017 - 07h57Por CAMPO GRANDE NEWS

Wesley Sotto dos Santos, 21, acusado de matar a sogra e ferir a ex-namorada e o filho de dois anos a tiros, foi preso na noite de ontem (24), em Naviraí, 35 dias depois de cometer o crime. O homicídio aconteceu no dia 19 de abril, em Três Lagoas.

Conforme o site Tá na Mídia Naviraí, a Polícia Civil de Naviraí, levantou a informação de que o jovem estava escondido em uma casa na rua Monte Negro.

Os policiais fizeram um cerco no local e quando Wesley percebeu que seria preso, tentou fugir pulando o muro, mas foi pego. Na delegacia, ele informou que só queria dar um susto na sogra, Marlene Rodrigues Alves, 51.

Relatou ainda que colocou a mão na janela do quarto e começou a atirar sem olhar, que "só queria dar um susto nelas". Wesley ainda brincou com os policiais dizendo: "sonhei que vocês iriam me prender hoje".

Crime aconteceu no residencial Orestinho, na noite de 19 de abril, em Três Lagoas. (Foto: JPNews)Crime aconteceu no residencial Orestinho, na noite de 19 de abril, em Três Lagoas. (Foto: JPNews)

Crime - Na tarde do dia 19 de abril, Marlene procurou a Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher) contra Wesley, pois tinha chegado ao apartamento em que morava com a filha adolescente de 17 anos e encontrou Wesley com uma faca nas mãos ameaçando a ex-namorada.

No momento, a mulher pediu para que o jovem saísse da casa e de forma violenta e ameaçadora, Wesley disse que iria buscar uma "máquina" e iria matar a ex-companheira e a todos que entrassem na frente. Após a ameaça o jovem saiu do local.

Em conversa com a filha, Marlene soube que Wesley foi até o apartamento dizendo que iria se despedir do filho de 2 anos, pois o casal morava junto e após a separação, a jovem foi morar com o filho na casa da mãe.

Durante a conversa entre o ex-casal, o rapaz exigiu que a adolescente mostrasse conversas dela no celular e a jovem negou destravar o aparelho, causando fúria em Wesley. Ele pegou uma faca e começou a ameaçar a ex. Ele quebrou o celular dela, quando a mãe da jovem chegou e pediu que ele fosse embora.

Horas depois, Wesley voltou ao apartamento, mas encontrou o ex-cunhado. Eles brigaram e o rapaz saiu, voltando ao local por volta de 21 horas, quando mãe e filha estavam sozinhas.

Wesley chegou armado, segundo testemunhas, tentou abrir a porta da sala, mas estava trancada. Ele foi até a janela do quarto, encontrou Marlene, a ex e o filho e começou a atirar.

Marlene estava em pé e foi atingida por vários tiros. A adolescente foi ferida na boca e um tiro acertou o braço da criança.

Após o crime, Wesley fugiu em uma moto. Marlene morreu no local. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e socorreu mãe e filho, que não correm risco de morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA - NATURAL DE FÁTIMA DO SUL
Natural de Fátima do Sul, homem perde controle e morre após colidir moto em guard rail
CARAAPÓ - ACIDENTE COM VÍTIMA
Homem morre em acidente que teria provocado com caminhão em Caarapó
IVINHEMA
Polícia Federal apreende 11 carretas com cigarros contrabandeados do Paraguai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher de 30 anos é violentamente agredida pelo ex-companheiro
ACIDENTE DE TRANSITO
Corpo de Bombeiros socorre motociclista vítima de acidente
MONSTRO
Padrasto é preso por espancar e causar a morte de enteada de 3 anos
CRIME ORGANIZADO
Grupo criminoso é desarticulado pelas polícias Civil e Militar de Ivinhema
ATENTADO PARANHOS
Polícia Civil já tem suspeito de atentado contra prefeito de Paranhos (video)
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carreta com gado tomba e motorista morre preso embaixo da cabine
ALTA VELOCIDADE
Casal morre e homem fica ferido em acidente com carro na contramão