Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CONVERSÃO

Mais de 1000 cristãos estão preparados para o batismo no Irã

Informação é de pastor que preside ministério que atua junto aos iranianos da língua farsi.

24 Jan 2020 - 08h23Por Guia-me

O reverendo Lazarus Yeghnazar, presidente do 222 Ministérios - uma organização cristã que serve falantes da língua farsi - disse, que apesar da pressão e perseguição no Irã, milhares de pessoas se entregam a Cristo no país.

"Milhares e milhares todos os meses vêm a Cristo no Irã e entregam suas vidas a Ele”, afirmou.Pastor Lazarus Yeghnazar, presidente do 222 Ministérios, voltado aos iranianos que falam farsi. (Foto: Reprodução/YouTube)

O pastor disse que agora “temos mais de 1000 pessoas, sendo discipuladas e preparadas para o batismo. Deus está tocando milhares de pessoas e abrindo seus corações para o evangelho”.

"Precisamos orar pelos aiatolás, para que Deus mostre sua misericórdia e toque seus corações. Por que não acreditaríamos que Deus pode tocar o coração dos aiatolás? Pode parecer impossível, mas é possível", disse.

Em entrevista ao site cristão Premier, o pastor falou sobre muitos casos de cristãos sofrendo perseguição no Irã, o que não tem impedido o aumento das conversões.

Ele citou o caso de grande repercussão, que envolve a prisioneira cristã Nazanin Zaghari-Ratcliffe, que foi sentenciada a cinco anos de prisão em 2016 após ser acusada de espionagem, acusação que ela negou.

A prisioneira cristã Nazanin Zaghari-Ratcliffe ao lado do marido Richard e do filho. (Foto: Reprodução/Premier)

Tanto ela como seu marido, Richard, protestaram simultaneamente sob a forma de uma greve de fome contra a sua detenção e o Reino Unido concedeu-lhe o estatuto diplomático, mas o pastor Lazarus acha que é preciso tomar mais medidas.

Ele disse que os maus tratos a Nazanin pela Guarda Revolucionária estão enviando uma mensagem ao governo do Reino Unido.

"Os Guardas Revolucionários que estão virtualmente no controle de todas as partes do governo, o seu modo de diálogo é uma reação forçada a certos incidentes e eu acho que eles estão usando o Nazanin pobre como um peão em suas mãos para que eles possam libertar seu navio-tanque que está preso em Gibraltar", disse o pastor.

Ele disse acreditar “que o Ocidente não está tendo uma abordagem coletiva para a situação” e que há muitas pessoas em prisões no Irã.

"O Ocidente tem que ter uma frente unida para pedir-lhes para libertar esses prisioneiros, isso é desumano usar seres humanos como peões para discussão entre estados”, afirmou.

Ele explicou que é importante para a igreja se unir em oração pela mudança na região.

"Oração unida, de todas as igrejas de todos os cristãos, desbloqueia muitas fechaduras no Irã. Eu encorajaria todos os ouvintes a orarem pela cura da terra e também a cura dos olhos dos aiatolás: Como cristãos, nós perdoamos aqueles que nos ofendem, nos torturam e nos matam, mas Deus pode tocar seus corações quando Deus tocou os olhos de Paulo e as escamas caíram”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

10 DIAS DE ORAÇÃO
Adventistas dedicarão 10 dias para orar por amigos afastados
AMOR AO PROXIMO
Ação de jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia ajuda família
ESTATÍSTICAS
Datafolha: 50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos e 10% não têm religião
IASD - FATIMA DO SUL
Adventistas do Sétimo Dia distribuíram mais de 500 itens de alimentos para carentes de Fátima do Sul
POLÊMICA
Após ameaças, padre desiste de montar presépio sobre devastação da Amazônia na Glória
CASAMENTO COMUNITÁRIO
Em busca do sonhado sim, 34 casais vão ao altar neste sábado
ADVENTISTAS EM AÇÃO
Adventista do Sétimo Dia distribuirão Cestas de Natal aos carentes em Fátima do Sul
PALAVRA DE DEUS
WhatsApp leva pessoas a estudarem a Bíblia no interior de SP
MENSAGEM DO LEITOR
Deus em primeiro lugar em nossa vida
SAUDADE
Padre Marcelo Rossi relembra batismo de Gugu no rio Jordão