Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 10 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
NAVIRAI

Decapitado era acusado de assassinato

William era o nome da vítima cujo corpo encontrado na manhã de ontem, na rua Dakota, no Residencial Porto Belo, em Naviraí

18 Dez 2018 - 06h49Por Sul News

Max Willians Marinho de Moura, de 27 anos. era a vítima cujo corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira, na rua Dakota, no Residencial Porto Belo, zona oeste da cidade de Naviraí. O apelido de família dele não foi divulgado, mas extra-oficialmente ele é de Naviraí, devendo ter velório e sepultamento na cidade. O reconhecimento do corpo foi feito por familiares, durante a tarde .desta segunda-feira.

William pode ter sido assassinado entre noite de ontem e a madrugada de hoje, na ligação entre as avenidas Mato Grosso e Caarapó,proximidades do Cooperclube e BR-163, em Naviraí.

ACUSADO

De acordo com a Polícia Civil de Naviraí, William era acusado de assassinato. Em 2014, Willians foi apontado pela polícia como autor do assassinato de José Aparecido Souza Santana. O homem foi encontrado morto com uma faca cravada nas costas no dia 25 de novembro daquele ano.

De acordo com os policiais, José estava em um veículo Fiat 147 quando foi atingido de surpresa pelo seu agressor. Os primeiros golpes de faca foi ainda dentro do carro. O motorista tentou fugir, mas foi golpeado novamente, na maioria das vezes nas costas. No corpo foram encontradas doze ferimentos. Na época, o suspeito procurou a polícia e confessou o crime.

O corpo foi localizado com a cabeça cortada, por populares que estavam indo rumo ao trabalho. Eles fizeram o comunicado para a Polícia Civil, que para o local enviou uma equipe do Núcleo de Perícia Técnica da Delegacia Regional de Naviraí.

Os agentes funerários foram chamados para recolher o corpo, que deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) de Naviraí, por volta de 9h30. O corpo sem cabeça foi encontrado de bruço, com traje em short jeans azul, camiseta cinzenta e par de tênis. 

OUTRO CASO 

Esse é o segundo caso de assassinato em Naviraí em 48 horas. Na manhã de sábado, o corpo de uma mulher de 39 anos, foi encontrado uma rua do Portal Park, ao lado do Parque de Exposição de Naviraí.

Ela estava seminua e com o rosto totalmente desfigurado. Apesar da vitima estar com o rosto desfigurado, a irmã da vítima a reconheceu através de uma tatuagem que ela possui no braço direito. Ela era usuária de drogas e segundo a irmã, atualmente não possuía endereço fixo, uma vez que estava morando na rua.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO PARLAMENTAR
Trabalho de Onevan evita fechamento de escola
AÇÃO PARLAMENTAR
Onevan assina emenda parlamentar de R$ 1 milhão para UFMS de Naviraí
NAVIRAÍ - GOVERNO PRESENTE
Com investimento de R$103,7 milhões, Sanesul discute saneamento na 5° etapa Governo Presente em Naviraí
NAVIRAÍ - AÇÕES ONEVAN DE MATOS
Onevan celebra vestibular da UFMS com novo curso conquistado por ele para Naviraí
NAVIRAÍ - CASO DE POLÍCIA
Quadrilha é presa após fazer família de fazendeiro refém para roubar caminhonete e joias em Naviraí
NAVIRAI - ASSALTO
Ladrões encapuzados invadem residência amaram família e fogem levando veículo, celulares e joias
ACIDENTE FATAL
Esposa de motorista de Naviraí morre em capotamento, em Pérola D`Oeste
ELEIÇÕES 2020
PSDB quer lançar as pré-candidaturas de Hashioka e Onevan
NAVIRAI - ESTUPRO
Pastor casado é preso suspeito de estuprar adolescente abrigada
NAVIRAÍ - LUTO
Naviraí perde um empreendedor e pecuarista José Otílio membro da família Fabris