SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 28 de Julho de 2017
DELPHOS_FULL
20 de Fevereiro de 2017 09h03

ARTIGO DA SEMANA: 'Canção que comemora vencedores', dedicado ao policial Carlos por Gilberto Mendes

'Canção que comemora vencedores' dedicado ao policial Carlos por Gilberto Mendes

FÁTIMA NEWS COM GILBERTO MENDES
FOTO: DIVULGAÇÃOFOTO: DIVULGAÇÃO

CANÇÃO QUE COMEMORA VENCEDORES

*Por Gilberto Mendes

Dedicado ao meu amigo Policial Civil Carlos,

alguém que aprendeu a construir seu próprio caminho.

O guri entrou correndo em casa, os pés descalços no chão frio... “Mãe, compra um tênis para mim, compra. Os meus rasgaram...”

A mãe, encantando o almoço de todos os dias, respondeu sem pensar: “Queres um tênis ou um prato de comida na mesa?”

O menino fechou o sorriso.

O crepúsculo se ergueu em seu rosto, em seu coração petiz.

Junto com o ocaso emocional, erigiu-se uma resposta cruel que cortou seu desejo como se fosse uma adaga com dois gumes.

Diante de um acontecimento desses, uma pessoa fica frente a uma decisiva encruzilhada. Não importe o caminho que tome, o fato será para sempre o marco zero do que será como adulto: um vencedor, um perdedor.

As pessoas possuem diferentes valores, diferentes crenças e as pretensões exageradas da modernidade tornam-se um elixir que vicia as virtudes com o ópio da ambição.

Não vinculo ser vencedor a capacidade de acumular.

Acumula-se de tudo, riquezas, poder, status e, sem que se perceba, frustrações. Para a humanidade, acumular é vencer.

Não vou discutir sobre este tema, deixo apenas o clichê para que todos façam sua reflexão. São ótimas respostas aquelas que as pessoas constroem em seu intimo, daí surgem boas verdades e verdades são pilares onde se ergue as verdadeiras vitórias.

Segue a história e com ela, minha singela opinião.

O guri em vez de frustrar-se, tomou o caminho diferente da rebeldia e da autopiedade.

Gestou em si mesmo uma vontade de vencer e um sonho nasceu naquele exato momento. Um dia não teria de escolher entre um tênis e um prato de comida. Vencedores são sonhadores.

Mergulhou nos estudos, em todas as séries escolares que participou nem sempre foi o primeiro da sala, sempre foi o mais dedicado. Vencedores são persistentes.

No primeiro concurso de sua vida estava preparado, noites sem dormir estudando, todos queriam um trabalho, ele lutava por um sonho, seu sonho. Vencedores são comprometidos.

Aprovou-se.

No dia em que iria assumir o concurso, estava feliz e toda a sua família acompanhava esse momento.

A mãe apareceu depois, quando os protocolos de posse já se encerravam.

Chegou trazendo uma caixa ao lado e quando o filho a viu,  a abraçou como se fosse o ultimo abraço que lhe daria.

A mãe estendeu a sacola.

Ele a tomou, a abriu rapidamente.

Era um tênis novo, moderno, lindo.

“Agora vamos almoçar filho, vamos...”

Abraçaram-se os dois.

Ninguém entendeu direito o que acontecia.

Existem coisas que são intimas demais e por assim serem não dá para serem compartilhadas com verdade.

Ali estavam dois vencedores.

A mãe que com persistência levou o filho até a sua vitória.

O filho que construiu para si e sua mãe um caminho diferente de tudo o que a vida insistia em levá-lo.

Estes são os verdadeiros vencedores.

Vencedores constroem seu caminho.

Comentários
Veja Também
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Nossa_Lojas
FORTALEZA
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.