Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
CORAGEM

Homem mata cascavel em plantação de fumo

Seu veneno é hemolítico, destrói os glóbulos vermelhos, e em 12 horas depois de ser mordido, sem receber o soro correspondente, pode causar a morte

22 Nov 2018 - 13h53Por Massa News

Em uma plantação de fumo, em Bernardo de Irigoyen, Argentina, alguns colonos tiraram uma fotografia com uma cascavel, que conseguiram capturar e matar.

A imagem começou a viralizar e nesta quarta-feira (21), o taxidermista, herpetologista técnico e presidente da Parceria Civil Yarará in Action, Amado Martinez, comentou a situação. "É uma espécie comum, ainda que cada vez menos, e que sempre foi caçada", explicou.

Amado Martinez explicou que seu veneno é perigoso e, embora "não é como jararacas, seu veneno é hemolítico, destrói os glóbulos vermelhos, e em 12 horas depois de ser mordido, sem receber o soro correspondente, pode causar a morte".

O especialista esclareceu que isso pode ocorrer "de acordo com a dose do veneno injetado e se o soro é o indicado, na Província não há muito para esta espécie".

Amado Martínez lamentou não ter sido informado sobre quanto mediu o chocalho do animal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PLANO PELO PODER
Maduro denuncia ‘plano’ dos EUA e Brasil para assassiná-lo
CRIME NÃO COMPENSA
Ladrão fica entalado em exaustor de restaurante por dois dias
NO ALÉM
Mulher que se casou com fantasma de 300 anos anuncia a separação
BARBÁRIE
Mulher mata vizinha grávida, tira bebê e joga corpo da vítima em rio
FATALIDADE
Campeã de artes marciais morre eletrocutada após iPhone carregando cair em banheira
FAUNA
Foca rara é socorrida após apresentar enguia presa em narina
TAREFAS DOMÉSTICAS
Colégio ensina meninos a cozinhar, limpar e passar roupa
FALTA DE AMOR
Entre túmulos de um cemitério: Bebê foi encontrado após ser abandonado cruelmente pela mãe
SUPER BOI
Boi gigante chamado 'Calcinha' escapa do abate na Austrália por ser grande demais
FELIZARDO
Homem compra armário usado e acha R$ 28 milhões dentro dele