Menu
SADER_FULL
quarta, 26 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
AÇÕES DO GOVERNO DO MS

Reinaldo Azambuja reúne-se com presidente da Bolívia e assina acordo para termelétrica

Reinaldo Azambuja reúne-se com presidente da Bolívia e assina acordo para termelétrica

4 Jun 2019 - 19h37Por FÁBIO ORUÊ / Correio do Estado

Com investimento de US$ 300 milhões, acordo firmado entre Brasil e Bolívia, nesta terça-feira, em Santa Cruz de la Sierra (BOL), viabiliza a termelétrica na região de Ladário e Corumbá, em Mato Grosso do Sul.

O Termo de Compromisso de Fornecimento de Gás Natural, pela estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos S/A (YPFB), foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja, pelo presidente boliviano Evo Morales, junto com o ministro de Hidrocarburos, Luis Alberto Sanches.

A produção de energia elétrica será feita com o gás natural e o documento compromete que a YPFB forneça 1,1 milhão de metros cúbicos por dia para a Termelétrica Fronteira.

Nesse empreendimento a ser erguido entre Ladário e Corumbá, a Camaçari RJ Participações prevê investir US$ 300 milhões. De acordo com o projeto, a unidade terá capacidade instalada para produzir 266,462 megawatts de energia elétrica.

Esse acordo comercial firmado com a YPFB faz parte da estratégia de negócio da Camaçari. A empresa pretende participar do Leilão de Energia Nova A-6 de 2019, previsto para ser realizada no dia 29 de setembro deste ano pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

De acordo com as regras publicadas pelo Ministério das Minas e Energia, para participar do leilão é necessário que a Camaçari apresente documentação comprovando que terá disponibilidade de gás natural para manter a termelétrica funcionando continuamente.

Outra ação que o Governo do Estado trabalha é para que a UFN3, de Três Lagoas, também passe a fazer a compra direta do gás boliviano quando entrar em atividade. A fábrica começou a ser construída em 2011 e foi paralisada em 2014.

Já recebeu investimentos de R$ 4 bilhões e está com 81% da obra já executada. O consumo de gás natural estimada na unidade é de 2,2 milhões de metros cúbicos por dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UNIGRAN DOURADOS
Egressa de Fisioterapia da UNIGRAN conclui doutorado na UFMS
AÇÃO PARLAMENTAR
Na Assembleia, Barbosinha pede investimentos para infraestrutura e educação de Dourados
INVERNO
Frente fria chega e derruba as temperaturas em Fatima do Sul e cidades de MS.
VICENTINA - NOTA DE PESAR E ESCLARECIMENTO
Prefeitura se solidariza com familiares em Nota de Pesar e Esclarecimento do acidente em Vicentina
ABUSOS À CRIANÇAS
Professora é suspeita de abusar de nove crianças em creche de MS
MORTE NA RODOVIA
Caminhão boiadeiro passa por cima de moto e mata condutor
MAUS TRATOS
Câmara vai discutir projeto de lei que proíbe utilização de veículos de tração animal em Corumbá
RAJADAS DE VENTO
Risco de vento forte em MS, com 30 mm de chuvas para Fátima do Sul
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso e processos seletivos oferecem 728 vagas no MS
UNIGRAN DECOR 2019
Cozinha e bistrô da UNIGRAN Decor 2019 recebem prêmio de melhor projeto funcional