Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 19 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
VICE E SECRETÁRIO DE OBRAS

Paulo Guedes e Moro serão vitais para MS obter recursos, afirma Murilo

Paulo Guedes e Moro serão vitais para MS obter recursos, afirma Murilo

1 Jan 2019 - 19h14Por Campo Grande News

Vice-governador e secretário de Estado de Infraestrutura, Murilo Zauith (DEM) reforçou que sua passagem pela Seinfra começa com prioridade para a a conclusão do Aquário do Pantanal, em Campo Grande, a continuidade de obras e o planejamento de novos grandes investimentos para Mato Grosso do Sul. Contudo, advertiu que o setor dependerá de parceria com o governo federal e, por isso, as ações a serem tomadas pelo ministro Paulo Guedes (Fazenda) serão vitais para o Estado, bem como a atuação de Sergio Moro na Justiça e Segurança Pública em relação ao setor.

Com bagagem política –foi deputado estadual e federal, ex-prefeito de Dourados e ex-vice-governador de 2006 e 2010– e engenheiro por formação, Murilo destacou nesta terça-feira (1º), antes de assinar o documento de posse como titular da Seinfra, que a conclusão do Aquário está entre as metas de sua passagem pela pasta. “A primeira hora que quero dar prioridade é o Aquário. Depois, quero saber quais outras obras faltam para serem concluídas no Estado”, disse ao Campo Grande News.

Alvo de investigações na Operação Lama Asfáltica devido a denúncias de irregularidades na contratação de empresas para sua execução e desvios, o Aquário do Pantanal foi anunciado em 2011 ao custo de R$ 80 milhões, porém, deve custar mais de R$ 220 milhões. As diversas suspeitas levaram o governo estadual a buscar um acordo com o Judiciário e o Ministério Público para terminar o empreendimento sem licitação –a Egelte, que venceu o certame, deixou o canteiro depois de ter seu contrato aditado em 25%, limite máximo previsto pela lei, e a segunda colocada descartou assumir o serviço. O acordo, porém, não avançou em meio a debates judiciais, devendo ser retomado em 2019.

Parceria – Murilo também disse que pretende se reunir com Reinaldo a fim de discutirem que obras poderão ser incluídas no planejamento do Estado já a partir deste ano, contudo, frisou a importância de construir parcerias junto ao governo do presidente Jair Bolsonaro, reiterando que o alvo das negociações não deve, em um primeiro momento, ser a área federal de infraestrutura.

“Os investimentos em infraestrutura e logística dependem do Paulo Guedes, que será o responsável pela Economia. Esses setores dependem muito do trabalho dele. Havendo sucesso na articulação política do novo governo e nas políticas que pretendem adotar, aí sim os Estados começaram a receber recursos a partir de 2020”, disse Murilo, que previu para este ano um período “de ajustes e negociação com o Congresso”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - ACIDENTE
Com placas de Glória de Dourados, veículo fogo e fica totalmente destruído em colisão em Deodápolis
VICENTINENSE DE CORAÇÃO
Após 30 anos dividindo palco, Erika Figueiredo aposta no solo e lança clipe, ASSISTA
FATIMASSULENSES LANÇAM NOVO CD
Fatimassulenses Mazinho e Luciano lançam novo CD no domingo em Dourados
DOURADOS - ACIDENTE FATAL
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Dourados recebe pacote de obras de R$ 28,8 milhões na área de saneamento
IVINHEMA - CASO DE POLÍCIA
Dupla rouba farmácia a mão armada e gasta dinheiro em prostíbulo em Ivinhema
GLÓRIA DE DOURADOS - ROUBO
Meliante furta fios elétricos de propriedade rural em Glória de Dourados
VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
VICENTINA: Domingo é dia de almoçar no Pesqueiro 7 Bello, Confira o cardápio
DEODAPOLENSE - TODOS NA TORCIDA
Deodapolense disputa o Babilon MMA 9 na Polônia nesta sexta-feira (16)
MS FORTE
MS apresenta, em julho, melhor resultado na abertura de empresas desde 2013