Menu
SADER_FULL
segunda, 20 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Na inauguração da Cidade Solar, Reinaldo Azambuja destaca política de incentivo à energia limpa

Na inauguração da Cidade Solar, Reinaldo Azambuja destaca política de incentivo à energia limpa

12 Dez 2019 - 16h10Por Paulo Fernandes – Subsecretaria de Comunicação

Na inauguração da Cidade Solar, nesta quinta-feira (12.12), o governador Reinaldo Azambuja destacou as medidas tomadas pelo Estado de Mato Grosso do Sul para incentivar o uso de energia limpa.

Ele afirmou que o uso de fontes sustentáveis fazem parte de uma política estratégica de Estado e reafirmou a meta de ser o primeiro Carbono Neutro do País.

As principais medidas adotadas pelo Governo do Estado para incentivar o uso de energia limpa são: isenção de ICMS para a importação de equipamentos usados para captação e geração; isenção de compensação ambiental para a geração de energia fotovoltáica; e priorização da energia solar na liberação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO).

“É uma visão estratégica. A gente entende que priorizar a geração de energia limpa, renovável, é contribuir para questão ambiental, para a sustentabilidade de Mato Grosso do Sul, do Brasil e do mundo”, disse o governador Reinaldo Azambuja.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, 0,9% da energia usada em Mato Grosso do Sul é solar. Em quatro anos a expectativa é de chegar a 5%. 

Jaime Verruck contou que existe a intenção de usar essa energia sustentável no Pantanal para abastecer propriedades rurais e ribeirinhos. “Temos projeto que já iniciou: vamos colocar no Pantanal mais de 1,7 mil painéis fotovoltáicos. Toda a energia usada no Pantanal vai ser fotovoltaica. Nós vamos colocar esse bioma com a energia limpa”, afirmou.

Cidade Solar

A Cidade Solar é uma fazenda de geração de energia, localizada no município de Jaraguari, próximo a Campo Grande, com 14 hectares e 120 clientes como hotel, pousada, pizzaria, restaurante, supermercado, escritório de advocacia, canal de TV e empresa de engarrafamento de gás GLP. O empreendimento é privado e parte do investimento é de financiamento por meio FCO.

De acordo com o diretor-presidente da Solar Energy, Hewerton Elias Martins, a energia gerada é inserida no sistema e o cliente pode abater o valor na conta. “O dinheiro que o empresário economiza, ele investe no negócio e movimenta a economia da cidade e do Estado”, afirmou.

Ainda segundo ele, a Cidade Solar gerou 60 empregos diretos. As placas, que foram importadas da China, têm durabilidade estimada de, pelo menos, 25 anos. A Cidade Solar tem 18 mil placas e capacidade de geração de 9,36 milhões de kWh/ano, o que equivale ao consumo de 5.200 casas populares no ano.

A inauguração da Cidade Solar também contou com a participação do secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e dos prefeitos de Jaraguari e Rio Verde, respectivamente, Edson Rodrigues Nogueira e Mário Kruger, além de vereadores e empresários.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - UNIGRAN
Acadêmicos da Unigran podem usar a ID Estudantil, Confira como baixar e se cadastrar
INCIDENTE FATAL
Menino de 2 anos morre afogado durante brincadeira em caixa d’ água
CASO DE POLÍCIA
Homem de 51 anos esfaqueia criança e recebe seis facadas nas costas da irmã da vítima
TRISTEZA
Mesmo sem cirurgia, gêmeas siamesas não resistem e morrem em MS
TRAGEDIA NA RODOVIA DO PERU
Velório de brasileira que morreu após acidente no Peru ocorre nesta quarta-feira em MS; corpo será c
FUGA EM MASSA
Brasil bloqueia fronteira com Paraguai no Mato Grosso do Sul após fuga de 76 presos
EDUCAÇÃO
Reinaldo Azambuja nomeia professores aprovados em concurso da Educação
ACIDENTE NAS ESTRADAS DE MS
A caminho de concurso em Campo Grande, professores sofrem acidente
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Youtuber e peão de rodeio morrem após carro bater em carreta com toras
FUGA EM MASSA
Confira a lista dos 75 presos foragidos no presídio paraguaio