Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
AÇÕES DO GOVERNO DO MS

Investimentos do Estado dobram trechos de rodovias pavimentadas em MS

Investimentos do Estado dobram trechos de rodovias pavimentadas em MS

11 Fev 2019 - 19h23Por Sílvio Andrade

Mato Grosso do Sul foi o estado que mais avançou na quantidade de rodovias estaduais pavimentadas em uma década (2007-2017), com maior investimento nos últimos quatro anos, conforme a 4ª edição do estudo Desafios da Gestão Estadual (DGE), realizado pela consultora Macropan.

A malha estadual pavimentada saiu de 11,76% para 23,2%, com projeção de alcançar o índice de 35% até 2022, meta que o governador Reinaldo Azambuja pretende cumprir, ao eleger a infraestrutura rodoviária como uma das prioridades de seu segundo mandato.

“Vamos ampliar a estrutura de pavimento em rodovias que atendem ao escoamento da produção, bem como ao turismo”, afirma o governador. Ele lembra que nos primeiros quatros anos de sua gestão, foram retomados 19 projetos de pavimentação asfáltica de rodovias dentro do Programa Obras Inacabadas Zero.

Rodovia MS-178, a Estrada do Curê: nova rota do ecoturismo. Foto: Edemir Rodrigues

Estrada do Curê

No período de 2015-2018, o Governo do Estado pavimentou 197,8 Km de rodovias estaduais e estão em andamento obras que somam mais 185,8 Km, dentre as quais a MS-382, entre Bonito e Serra das Bodoquena (Baía das Garças), com acesso à Gruta do Lago Azul.

Uma das obras emblemáticas executada nessa região foi a pavimentação de 17 Km da MS-178, a Estrada do Curê, paralisada por 12 anos. A rodovia se interliga à BR-267, se constituindo em um corredor de ecoturismo desde Porto Murtinho, fronteira com o Paraguai, ao Pantanal.

Também concluído pelo Obras Inacabadas Zero 49,6 Km de asfalto da MS-460 – Estrada da Água Fria -, em Maracaju, promovendo a integração da região com importante tronco rodoviário federal, além de atender ao assentamento rural Santa Guilhermina.

Na região de fronteira, 8 Km das MS-165 e MS-386 foram pavimentados, adequando o tráfego de acessos aos municípios de Santa Puitã, Paranhos, Coronel Sapucaia e Aral Moreira, contribuindo para o escoamento da produção agrícola local.

Implantação da MS-423, entre os pantanais de Rio Verde e Corumbá: apoio ao turismo e pecuária. Foto: Agesul.

Restauração

Nos últimos quatro anos, o Estado também investiu fortemente na restauração da malha viária pavimentada, com recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado (Fundersul). O restauro total somou 526 Km. Dentre as quais, 74 Km da MS-156 (Amambai-Caarapó), 66 Km da MS-395 (Bataguassu-Brasilândia) e 65 Km da MS-470/MS-274/MS-379/MS-156 e MS-470 (Cruzaltina-Macaúba-Panambi-Itaporã-Douradina).

Dentro do novo cronograma para esse ano, o governador Reinaldo Azambuja definiu como prioridade a conclusão da restauração de 39,7 Km da MS-289, entre Amambai e Coronel Sapucaia.

É prioridade do governador, conforme meta estabelecida em reunião com a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), a manutenção das estradas que atendem ao escoamento da produção de matéria prima, especial a agrícola. Entre 2015-2018, foram cascalhados 5.200 Km de estradas estaduais.

Investimentos em implantação de vias primárias também estão garantidos, adianta Reinaldo Azambuja. Um dos projetos é a rota rodoviária no Pantanal, integrando as regiões de Corumbá, Aquidauana, Miranda, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso e Coxim pelas rodovias MS-228, MS-423 e MS-214.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FALSIFICAÇÃO
Após denúncias de fraude em cotas, UFMS exclui 18 alunos de Medicina
ARTIGO - PERDÃO E VIDA
ARTIGO - 'Ninguém me deve nada' - Por Luciano Gazola
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Reinaldo se reúne com bancada federal para discutir projetos a MS
PCC/COMANDO VERMELHO
Adolescente estrangulado com corda foi morto em guerra de facções
BRIGA EM PRESIDIO
Detento tem olho perfurado depois de briga em cela de presídio
MARACAJU
Colisão entre dois caminhões na MS 162 saída para Sidrolândia
FRONTEIRA VIOLENTA
Dono de bar e executado a tiros por pistoleiros em Ponta Porã.
FACÇÃO CRIMINOSA
Suposto integrante de facção criminosa morre em tiros com a polícia em inquilinato no MS
EM PÉ DE GUERRA
Guerra de facções criminosas cruza a fronteira e um morto e dois feridos
LUTO NA MÚSICA
Morre aos 68 anos Dino Rocha, o maior sanfoneiro do Brasil