Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
ENERGIA SOLAR

Condel publica regulamento para geração de energia financiada por linha de crédito

Financiamento da aquisição e instalação de placas fotovoltaicas em residências ou condomínios residenciais por pessoas físicas.

14 Jun 2018 - 08h31Por Portal do MS

Campo Grande (MS) – O Conselho Deliberativo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel)  incluiu na programação do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) de 2018, o financiamento da aquisição e instalação de placas fotovoltaicas em residências ou condomínios residenciais por pessoas físicas. Esse é mais um passo no projeto do Governo do Estado de fomento à geração de energia.

A proposta feita pelo CEIF-FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO), presidido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), foi aprovada em abril pelo Condel e agora avança para entrar em prática. Nos próximos 30 dias o Banco do Brasil deve adequar o sistema para receber as propostas de financiamento.

A linha de crédito para financiamento de micro e mini geração de energia elétrica por pessoa física terá limite de R$ 100 mil em recursos com prazo de até seis anos para pagamento, incluindo a carência de até seis meses.

Para o secretário da Semagro, Jaime Verruck, este é mais um passo importante para ampliar a geração de energia solar no País, que vai contribuir para abrir novos mercados e reduzir custos para quem quer investir.

“Há um grande mercado a ser explorado nesse segmento e essa medida vem para beneficiar a população e o País, gerando mais energia renovável e expandindo um mercado com potencial para crescimento”, destaca.

Além de produzir energia para manter residências ou propriedades rurais, quem gerar energia própria e jogar o excedente no sistema interligado, via distribuidora, deixa de pagar conta de luz e acumula créditos para usar no futuro.

O uso de fontes de energia renovável em Mato Grosso do Sul, em especial de energia solar fotovoltaica, é uma ação do Governo do Estado que, desde 2015, tem atuado para incentivar a prática. Vários são os empenhos feitos ao longo dos últimos anos, como a adesão ao Convênio do Confaz que isenta de  Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a energia distribuída, a aprovação da lei que retira a obrigatoriedade de compensação ambiental de projetos de energia fotovoltaica.

Por fim, junto com o Banco do Brasil, o Governo do Estado defendeu junto ao Conselho deliberativo do FCO que fossem retiradas várias restrições no financiamento de equipamentos para geração de energia solar fotovoltaica.

Priscilla Peres – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA FRENTE FRIA - VEJA A PREVISÃO
Nova frente fria chega a Mato Grosso do Sul e mínima será de 6ºC
DEODÁPOLIS - CAPOTAMENTO NO CENTRO
Caminhonete capota após colisão com outro veículo no centro de Deodápolis
POLITICA
No 1º fim de semana, campanha tem gravações e candidatos no interior
INELEGÍVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
FÁTIMA DO SUL E VICENTINA - VEJA AS FOTOS
Karatecas de Fátima do Sul e Vicentina conquistam 18 medalhas na 2ª Etapa do Estadual de Karatê
ACIDENTE DE TRANSITO
Motociclista tem parte da perna amputada em acidente
POLITICA
Candidatos ao governo têm entrevistas e caminhadas no 2º dia de campanha
POLICIAL DA FORÇA TÁTICA DE FÁTIMA DO SUL
Policial da Força Tática de Fátima do Sul recebe 'Moção de Honradez' da Câmara de Dourados
PERDEU CONTROLE DA DIREÇÃO
Veículo capota na BR-267 em Casa Verde e deixa quatro feridos
MS FORTE
Micro e pequenas empresas são fundamentais para MS, afirma governador