SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 9 de Dezembro de 2016
RAÇA_ANIMAL_468
1 de Dezembro de 2016 16h57

Inter ingressa no STJD por inscrição irregular de jogador do Vitória

UOL

O Internacional ingressou no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na tarde desta quinta-feira (01) com manifestação oficial sobre a suposta inscrição irregular do zagueiro Victor Ramos, do Vitória. A ideia do clube gaúcho é que o time baiano perca pontos na classificação e assim acabe rebaixado. 

Restando uma rodada para o final do Brasileiro, o Inter soma 42 pontos e está na zona de rebaixamento. O Vitória é o 15º com 45, um a mais do que o Sport.

Advogados do Internacional estão no Rio de Janeiro para tratar do caso de perto. No início da tarde desta quinta, era esperado a entrega de uma 'notícia de infração', mas não foi o que ocorreu. O clube apenas entrou com documentos para anexar ao processo já existente do Bahia contra o Vitória. 

Em junho, a denúncia apresentada no STJD foi arquivada. O Bahia ingressou com embargo após o procedimento e o arquivo foi reaberto logo em seguida. Atualmente, o tema está parado no tribunal.
 
O Internacional entrou com documentos solicitando que fossem anexados ao processo. Segundo a manifestação do clube, tais papéis comprovam a irregularidade na inscrição do atleta. O Inter pede que o Vitória seja incluso no artigo 214 do CBJD e perca os pontos de 26 partidas (número de jogos que o zagueiro atuou) do Campeonato Brasileiro, desta forma sendo rebaixado. 
 
No Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o caso é considerado como encerrado. O entendimento na procuradoria é de que apenas um fato novo poderá fazer a denúncia ser retomada.
 
Com a manifestação entregue recentemente, a procuradoria ainda não se manifestou. Irão receber os documentos e têm prazo de três dias úteis para aceitar ou não que eles sejam incluídos no processo. 
 

Entenda o caso

Victor Ramos estaria irregular por conta de sua transferência para o Vitória logo após o final de seu empréstimo ao Palmeiras, pelo qual jogou o Brasileirão 2015. Ramos tem seus direitos ligados ao Monterrey, do México, e, quando de sua transferência do Palmeiras para o Vitória, o rito na negociação não seguiu as recomendações do sistema TMS – Transfer Market System, ou Sistema de Mercado de Transferências, em tradução livre. Na ocasião, de acordo com o sistema, a transferência partiu direto do clube paulista para o baiano, quando o procedimento padrão deveria ser feito pelos mexicanos.
 
Legalmente, o contrato de Victor Ramos com o Palmeiras se encerou em 31 de dezembro de 2015, com o contrato com o Vitória se iniciando em 1º de fevereiro de 2016. Durante o mês de janeiro, Ramos não teve seu registro voltando ao México. A presença do Palmeiras nos sistemas da Fifa caracteriza a transferência direta entre os brasileiros.
 
Não há qualquer risco de irregularidade em relação ao Palmeiras, que teve vínculo encerrado com o atleta e desde então não está envolvido ativamente em nenhum trâmite.  O trâmite sem passar de volta pelo clube mexicano e diretamente pelo Brasil tem como objetivo evitar custos operacionais.
Comentários
Veja Também
REINO_MATRÍCULAS_2017
FORTALEZA
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Últimas Notícias
  
GESSO
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.