Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Amistoso no Canadá

Contra o Chile, Brasil fecha o ano e tenta apagar vaias de abril no Mineirão

Adversário da seleção nesta terça, em Toronto, às 23h (horário de Brasília)

19 Nov 2013 - 07h49Por Uol

O Brasil que começou o ano em baixa e desacreditado encerrará 2013 distribuindo goleadas como favorito à Copa do Mundo. Para a última partida da temporada, poucos adversários seriam mais simbólicos que o Chile. Adversário da seleção nesta terça, em Toronto, às 23h (horário de Brasília), a seleção de Alexis Sanchez, Vargas e Valdivia impôs à atual geração verde-amarela a sua vaia mais significativa, no primeiro semestre, diante de um Mineirão lotado e indignado após um empate por 2 a 2.

No cenário atual, o jogo parece ter acontecido há uma eternidade para uma seleção que ganhou a Copa das Confederações diante da poderosa Espanha e está em uma série de cinco vitórias seguidas, com 18 gols marcados e só um sofrido. Em abril, porém, o cenário era bastante diferente.

A festa marcada para o Mineirão servia para a seleção visitar, pela primeira vez, um membro da nova geração de estádios para 2014. Fora da data Fifa, Luiz Felipe Scolari convocou só jogadores que atuavam no Brasil e viu seus comandados empatarem por 2 a 2, com direito a vaias para todo o time, especialmente Neymar.

O nariz torcido para o atacante, à época ainda no Santos, se devia ao retrospecto ruim da seleção desde 2010. O tabu contra equipes grandes e os fracassos na Copa América e nos Jogos Olímpicos deixavam a atual geração em xeque. A atuação, a vaia, o palco e a proximidade da Copa das Confederações levantaram um enorme ponto de interrogação para a seleção.

O time que encarou o Chile meses atrás é bem diferente do atual, e só dois jogadores estarão nas duas partidas. O problema é que a dupla que estava no empate marcante é justamente a mais importante da seleção, Neymar e Paulinho, principais jogadores, ao lado de Fred, na conquista da Copa das Confederações. A seleção evita, no entanto, dar ao jogo mais importância do que o necessário.

"Não vejo por esse lado não. É mais uma oportunidade de mostrar nosso futebol. Empatamos no Mineirão e agora é mais uma oportunidade de enfrentá-los. Seria importantíssimo terminar o ano com uma grande vitória. A gente tem carinho muito grande pelo torcedor e pelo povo brasileiro. Ele vaia e aplaude", disse Paulinho. 

Ampliar

Neymar200 fotos

1 / 200
18.nov.2013 - Neymar dá autógrafos para os torcedores antes do treino da seleção brasileira em Miami Mowa Press

"O jogo com o Chile não tinha ninguém, tinham dois ou três de hoje em campo. Temos de ver que o sistema tático deles é muito bem organizado. Nos últimos dois ou três jogos, eles empataram com a Espanha e venceram . É um time em ascensão, que joga muito bem", disse Felipão, apontando o caminho que quer que seus jogadores sigam.

O momento do Chile, de fato, é admirável. Já classificado para a Copa do Mundo, o time já havia surpreendido ao empatar com a Espanha fora de casa, e na última sexta bateu a Inglaterra em Wembley por 2 a 0. Por isso, além de afastar de vez um fantasma recente, o Brasil conseguiria, mais uma vez, provar sua força a caminho da Copa do Mundo.

Por isso, o treinador deve colocar em campo o que tem de melhor à disposição. Júlio César e Thiago Silva voltam depois de assistirem a goleada sobre Honduras, do último sábado, do banco de reservas. No ataque, Felipão prometeu uma nova mudança, e pode promover o retorno de Hulk ao time titular, até pela consistência defensiva que o atacante do Zenit agrega à equipe.

Do outro lado, o respeito pela seleção é uma constante, a despeito do ótimo momento da seleção chilena. A boa fase, porém, faz os jogadores da seleção acreditarem em uma surpresa no Canadá.

"O Brasil é a melhor equipe do mundo agora, mas ainda falta muito tempo para a Copa do Mundo", disse Jorge Sampaoli, técnico da equipe, em entrevista ao jornal "La Tercera".

BRASIL X CHILE
Local:
Rogers Centre, Toronto (Canadá)
Horário: 23h (horário de Brasília)

BRASIL:
Júlio César, Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Maxwell; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Jô e Neymar
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CHILE:
Bravo, Jara, Gonzalez, Medel e Mena; Díaz, Carmona e Gutierrez; Vargas, Alexis e Beausejour
Técnico: Jorge Sampaoli

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEM FILA E SEM ESTRESSE
#SemEstresse: sofre com o mal de ficar horas nas filas lotéricas? Veja como se livrar delas
GLÓRIA DE DOURADOS - DIA DO CICLISMO
Projeto é aprovado 'Dia do Ciclismo' deve entrar no calendário festivo em Glória de Dourados
LOTERIAS
Comemore os R$ 24 milhões da Dupla de Páscoa com um gostinho especial pelo mundo afora
DEODÁPOLIS NA DISPUTA MMA 4
Deodapolense vai disputar o cinturão até 70kg em uma grande luta no Pretorianos MMA 4
LUTO - FUTEBOL
Morre Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos Futebol Clube
GLÓRIA DE DOURADOS - VERBA PERDIDA
Prefeito perde verba de R$ 200 mil que seria usada na reforma de ginásio e Glória de Dourados
PAULISTÃO
Corinthians e Santos extrapolam limite de estrangeiros e fazem "clássico gringo" em Itaquera
VICENTINA - ALMOÇO NO FERIADO
Pesqueiro 7 Bello servirá almoço nesta terça-feira feriado de Carnaval em VICENTINA
MAIS CUIDADOS NA HORA DE CAMINHAR
Motoqueiro assalta mulher que caminhava pelo Anel Viário
DEU RUIM
Com grave lesão, Neymar cai na folia do Carnaval e é detonado pela imprensa internacional