Menu
SADER_FULL
terça, 23 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
SÉRIE B - BRASILEIRÃO

Com nove desfalques, Verdão joga mal e perde para o Icasa em Juazeiro

16 Out 2013 - 09h19Por Gazeta Esportiva

O Palmeiras não conseguiu superar as ausências de nove jogadores, na noite desta terça-feira, e jogou muito mal na derrota por 1 a 0 para o Icasa, no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. Com erros atrás e na frente, o time paulista acumulou o tropeço no caminho que percorre para voltar à elite do futebol nacional.

O único gol da partida foi marcado depois de uma falha feia dos visitantes. Marcelo Oliveira chutou a bola em cima de Marcos Vinícius, e a sobra ficou para Juninho Potiguar mandar para as redes, até driblando o goleiro Fernando Prass. O líder da Série B ainda cometeu outras bobeiras atrás, mas o Icasa não aproveitou. Nos acréscimos, Juninho ainda perdeu a bola no meio-campo, percorreu Neílson até a entrada da área e cometeu falta para impedir o gol, recebendo o cartão vermelho.

No sistema ofensivo, o Palmeiras também mostrou pouca qualidade para levar perigo efetivo à meta adversária, com atuações muito apagadas de Leandro e Ananias. Os desfalques desta terça foram Valdivia, Henrique e Eguren, que servem às seleções de Chile, Brasil e Uruguai, respectivamente. Já Vilson, Mendieta, Márcio Araújo, Wendel e Tiago Alves se recuperam de problemas clínicos, enquanto Charles cumpriu suspensão automática.

Mesmo castigado com a má atuação, o time paulista segue tranquilo na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, com 65 pontos, enquanto o Icasa chegou aos 47 e se aproximou do G-4, no quinto lugar.

Na próxima rodada da segunda divisão, os dois clubes jogam no sábado. Às 16h20, o time de Gilson Kleina enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista, onde encerrará a série de seis jogos longe da capital paulista. Já o Icasa duela com o São Caetano, no Anacleto Campanella, às 21 horas.

O jogo - O Palmeiras mostrou desde o início a falta de entrosamento, insistindo em alçar a bola na área do Icasa, principalmente com Wesley, que foi novamente adiantado por Gilson Kleina para suprir a carência na armação, apesar de sempre dizer que prefere jogar como volante. Já o Icasa se limitou a buscar jogadas com Tadeu e Chapinha, que paravam no sistema defensivo alviverde.

Assim, o jogo demorou a ter uma jogada de emoção. O primeiro lance de perigo do confronto só saiu no gol dos donos da casa, em uma trapalhada da defesa palmeirense, aos 29 minutos. Marcelo Oliveira tentou tirar o perigo da intermediária com um chutão, mas a bola bateu em Marcos Vinícius e sobrou para Juninho Potiguar, que invadiu a área, driblou o goleiro Fernando Prass e tocou para as redes.

Depois de ter sofrido o gol, o Palmeiras enfim ameaçou, aos 33, quando Alan Kardec fez belo passe na direita da área para Luis Felipe, que chegou de frente para o goleiro e rolou atrás, onde apareceu Ananias para finalizar, mas, atrapalhado pela defesa, mandou para fora.

Instantes depois, mais um erro feio do Palmeiras, desta vez na saída de bola. Roberto avançou e bateu cruzado, fazendo a bola passar raspando a trave. Depois disso, Léo Gago chamou a responsabilidade e levou perigo em falta de longe, que quase encobriu o goleiro João Ricardo.

Aos 41, Marcelo Oliveira recebeu na pequena área e mandou para as redes, mas o árbitro constatou a posição irregular do jogador e não validou o gol. Antes do fim da etapa, Léo Gago ainda exigiu boa defesa do goleiro em um chute forte da meia-esquerda.

No intervalo, o técnico Gilson Kleina tentou colocar o Palmeiras mais à frente, tirando Marcos Vinícius para a entrada de Felipe Menezes, que assumiu a armação, deixando Wesley mais recuado. Assim, Marcelo Oliveira acabou improvisado na zaga novamente.

Sem alternativa no jogo, o time paulista se lançou ao ataque e quase balançou as redes aos cinco minutos. Léo Gago levantou a bola na área, e André Luiz apareceu na linha da pequena área para completar, mas mandou para fora. No entanto, o clube visitante voltou a bobear atrás. Luis Felipe deixou a bola de presente na intermediária para Tadeu, que chutou forte e obrigou Fernando Prass a fazer boa defesa.

A partir daí, Gilson Kleina fez mais mudanças na equipe, apostando nas entradas de Vinícius e Caio (nas vagas de Ananias e Leandro), mas seu time seguiu muito mal em campo e acabou confirmando a derrota. Já nos acréscimos, Juninho ainda foi expulso, porque falhou no meio-campo e cometeu falta para impedir gol de Neílson.

Leia Também

JATEÍ - PROJETO JUDÔ CIDADÃO
JATEÍ: Projeto 'Judô Cidadão' tem sua abertura e inscrições gratuítas reforça o incentivo ao esporte
FATIMA DO SUL EM DESTAQUE
Fátimassulense Fábio Marambaia volta a brilhar no Ciclismo em Nova Alvorada do Sul
LOUCOS POR TRI CORINTHIANS
Corinthians é Tricampeão Paulista e São Paulo mantém jejum de taças
MUNDO DAS DROGAS
Ex-jogador do Vasco Valdiram é encontrado morto com sinais de espancamento, em São Paulo
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
BONITO - MS - DICAS AGÊNCIA ECO TOUR
Conheça 10 motivos para passar suas férias em Bonito MS!
COPA DO BRASIL
Melhores momentos da vitória de 2x0 do Santos sobre o Vasco
ATENÇÃO PESCADORES DO MS
Atenção pescadores, a legislação de pesca em Mato Grosso do Sul mudou, baixe a nova cartilha aqui
R$ 52 MILHÕES nesta quarta (17)
Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 52 MILHÕES nesta quarta (17)
VICENTINA - ALMOÇO NO FERIADO
Almoço terá 'bacalhau' nesta sexta-feira da 'paixão' no Pesqueiro 7 Bello em Vicentina