Menu
SADER_FULL
sexta, 19 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
DOURADOS - GREVE DOS PROFESSORES

Simted confirma greve da educação a partir de dia 15 de julho em Dourados

O Sindicato continua aguardando uma resposta do prefeito e está aberto ao diálogo.

1 Jul 2014 - 09h15Por Dourados Agora

O Simted de Dourados confirmou hoje que os trabalhadores em educação entrarão em greve no dia 15 de julho. O período de paralisação terá início com uma assembleia realizada a partir das 7h da manhã, do mesmo dia, no sindicato. A decisão foi tirada na assembleia do dia 27 de junho, pois o governo municipal não cumpriu com o acordo firmado em abril sobre a negociação salarial com o magistério e o administrativo.

Até o presente momento professores da rede municipal não receberam nenhum reajuste salarial e Dourados não tem cumprido com a lei nacional do piso que garante R$ 1697,00 para uma carga horária de 40 horas. A categoria reivindica este valor para uma carga horaria de 20 horas, como já se aplica na capital. O grupo administrativo também não recebeu nenhum reajuste até o presente momento.

O governo já deveria ter concedido 8,32% para o magistério e 6,15% para o administrativo, uma vez que isto passou por negociação coletiva e que a data base era abril. Diante dos fatos, a categoria não tem encontrado motivação para continuar a exercer suas funções.

Além de não pagar o reajuste prometido o governo vem ventilando a possibilidade de terceirizar professores, tal política já vem acontecendo no setor administrativo. O movimento sindical tem se posicionado contrariamente essa política em todo o Brasil e em Dourados não será diferente.

A categoria vem reivindicando junto ao governo municipal o cumprimento do acordo de negociação realizada em abril deste ano e descumprida pelo próprio propositor que diz respeito ao reajuste salarial do quadro administrativo e do magistério; o cumprimento imediato da lei nacional do piso para o magistério; abertura imediata de concurso público; alteração na lei de readaptação que prejudica os vencimentos dos trabalhadores readaptados; inclusão dos servidores administrativos no Plano de Cargos e Carreiras da Educação; garantir o direito de aposentadoria especial para as especialistas em educação (coordenadoras das escolas).

O Sindicato continua aguardando uma resposta do prefeito e está aberto ao diálogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MELHOR SALÁRIO É DO MS
Fetems confirma: Reinaldo paga o melhor salário de professor do Brasil
ARTIGO - REFLEXÃO
ARTIGO: 'A vida e seus altos e baixos' - por Luciano Gazola
CONCURSO PUBLICO
Concursos em MS oferecem mais de 1,9 mil vagas e salários até R$ 8,6 mil
FATIMASSULENSES EM FOZ DO IGUAÇU
Fatimassulenses: Estudantes da Escola Vicente Pallotti realizaram viagem pedagógica à Foz do Iguaçu
VAGAS DE EMPREGO
Governo chama candidatos da PM para prova de título e teste psicológico
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo abre 1,5 mil vagas de trabalho para a educação
FATIMA DO SUL - CURSOS
Empresa PAP Cursos e Concursos realizará Cursos Profissionalizantes em Fátima do Sul
ESQUEMA FRAUDULENTO
Fábrica de diplomas: escola com capacidade para 100 alunos teve 12 mil matriculados num ano
DEODÁPOLIS EM CAMPO GRANDE
Em Campo Grande, Prefeito Valdir e Antonio Carlos solicitaram emenda para o distrito de Lagoa Bonita
FÁTIMA DO SUL - PROJETO NA ESCOLA
Projeto de Gestão é finalizado e apresentado, alunos vencedores ganharam jantar na Cantina Bah