Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Enem 2013

Protestos, papa e espionagem são temas para o Enem 2013

24 Out 2013 - 17h10Por Uol

As manifestações de junho, a visita do papa Francisco ao Brasil, a Copa das Confederações e a recente revelação de um sistema de espionagem dos Estados Unidos que acompanha até as mensagens trocadas pela presidente Dilma Rousseff são temas que em 2013 devem permear as questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A dois dias da prova, além de rever os assuntos que dominaram o noticiário, treinar conceitos práticos que podem ser exigidos especialmente nos exames de exatas pode ser uma boa dica para quem busca uma vaga nas federais.

As características do Enem indicam que o sucesso ainda depende da capacidade dos alunos de relacionar os fatos. Geralmente, essa necessidade de interpretação surge em forma de tabelas, imagens e gráficos. Por isso, professores recomendam que os alunos se esforcem para desenvolver o hábito de fazer conexões entre os conteúdos o tempo todo, com variadas combinações, como geografia e química, por exemplo.

De acordo com o coordenador do curso Etapa, Marcelo Dias Carvalho, os candidatos devem estar cientes de que o exame se assemelha cada vez mais a um vestibular clássico e, por isso, requer conhecimento básico da gama de assuntos requisitada pelas grandes universidades. "Não se trata mais de uma prova de interpretação apenas. O Enem passou por uma transformação ao longo do tempo. Hoje, exige o que os grandes vestibulares exigem", diz.

Enem 2013: Já visitou o local em que fará as provas?

SIM
NÃO

Resultado parcial

Aceito como porta de entrada das principais universidades federais do País, o exame é aplicado em dois dias. São dez horas de prova, nas quais é preciso responder a 180 questões e elaborar a redação. Além de estudar muito, o segredo para o sucesso está, segundo Carvalho, no planejamento individual.

"Não é recomendado responder às questões na ordem. O aluno deve escolher começar pelos temas que considera mais simples. Com isso, ele ganha confiança e tempo. Na média, há apenas três minutos para responder a cada pergunta", afirma. Ele ainda ressalta que nenhuma questão pode ficar sem resposta. No fim, vale até chutar. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DETERMINAÇÃO
Adolescente que morava nas ruas passa em 17 universidades
PARALISAÇÃO NACIONAL
Contra a Reforma da Previdência, educadores de Dourados param na 6ª
AÇÃO PARLAMENTAR - ONEVAN DE MATOS
Trabalho de Onevan foi fundamental, Reitor anuncia implantação de novo curso na UFMS de Naviraí
TALENTO
Garoto de 11 anos faz crochê, ensina online e recebe 4 mil pedidos
DIABÓLICO
Momo aparece em vídeos infantis e ensina crianças a se suicidarem
DOCUMENTO UNICO
CPF substitui a partir de hoje diversos documentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre concurso público para auditor com salários de R$ 9,8 mil
VIOLÊNCIA NA ESCOLA
Aluno gritou 'o mundo é nosso' antes de esfaquear adolescente em escola no Rio
APREENSÃO
Suposto sequestro misterioso de jovem mobiliza Universidade
MASSACRE EM ESCOLA DE SUZANO
Massacre em Escola: 'Cena mais triste que eu já vi', diz Doria, morreram 10 inocentes