Menu
SADER_FULL
segunda, 20 de maio de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
CRISE ATINGE EDUCAÇÃO

Alunos lamentam cortes do MEC de quase R$ 30 milhões

Estudantes temem a não liberação de bolsas de estudos

3 Mai 2019 - 13h39Por Correio do Estado
De acordo com assessoria, corte de recursos poderá atingir sistema operacional da universidade - Arquivo/Correio do Estado
Estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul lamentam o corte de quase R$ 30 milhões divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) que seriam destinados a instituição de ensino. Para eles, a falta dos recursos vai piorar a situação dentro da universidade. De acordo com a assessoria de imprensa, além do impacto nos projetos de extensão e bolsas de estudo, o operacional da UFMS poderá ficar comprometido.

A estudante de Medicina, Júlia Souza, de 18 anos, disse que o laboratório do curso dela é o menos prejudicado quando se diz respeito a recursos, mas que os demais cursos sofrerão muito. “Nós, da medicina, somos privilegiados comparado com os outros cursos, como psicologia e artes, por exemplo. Mas nós tememos por eles, pois a situação deles já não é das melhores e com esse corte, as coisas vão piorar”, afirmou ela.

A estudante de pedagogia, Heloísa Ribeiro, de 20 anos, também lamentou os cortes. “Um absurdo, afeta diretamente o campo de pesquisa e científica e não é assim que vamos sair da crise, não é cortando da educação. Para se desenvolver projetos, muitos precisam de bolsas, e como será agora? Eu mesma pensava em fazer projetos e artigos de pesquisa, mas e agora? Como é que vai ficar?”, indagou a estudante.

A estudante de Odonto, Isabela Schefler, de 22 anos, também lembrou das bolsas de estudo. Ela está desde fevereiro esperando o pagamento, mas já informaram que não tem previsão para acontecer. “Temos vários projetos para começar a aplicar, mas não tem dinheiro, não tem financiamento e ainda vão cortar mais 30%”, reclamou ela. A estudante lembrou também dos atendimentos que os alunos fazem no laboratório de odontologia, dentro do Campus da universidade. “A gente se vira nos 30 para tentar dar um atendimento próximo do digno para os pacientes e não é assim só no meu curso não. Tem muita coisa que a gente quer fazer e tem vontade de fazer e se fizermos, sabemos que tem um efeito muito positivo para a população. Não fazemos porque não temos incentivo (financeiro), essa é a realidade. Já não tínhamos muita coisa, agora temos 30% a menos dessa pouca coisa”, reclamou ela.

REITORIA

De acordo com a assessoria de imprensa da UFMS, o reitor da universidade, Marcelo Augusto Turine, vai se reunir com os sete pró-reitores, os dois diretores e os três secretários para definirem estratégias que a instituição deverá tomar após esse corte de quase R$ 30 mil. Eles consideram o estado crítico e precisam definir metas a serem tomadas a partir de agora.

Ainda de acordo com a assessoria, além dos projetos de extensão e de bolsas de estudos, bem como ações que atendem a população, que já estão comprometidos por falta de recursos, agora a universidade corre risco de não conseguir pagar as contas básicas como água e luz, assessoria afirmou ainda que o problema será operacional e o corpo da diretoria vai se reunir para definir estratégias de como superar essa crise. 

A assessoria lembrou também que já existe projeto de sustentabilidade na universidade que visa promover o fim do desperdício, UFMS sustentável, esse projeto incentiva o aluno a apagar a luz quando sair da sala, fechar bem as torneiras e cuidar do prédio com mais zelo para que não gerem mais despesas.

A questão da limpeza também poderá ser afetada, pois como farão para pagar terceirizadas sem os valores que eram repassados.
Segundo o reitor Marcelo Turine, todas as atividades desenvolvidas na UFMS serão atingidas pelo corte no orçamento. “Vamos ter de nos unir mais, repensar todos os editais de apoio e criar estratégicas criativas e inovadoras para manutenção do funcionamento da nossa UFMS”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UNIGRAN DOURADOS - JORNADA
XXV Jornada Acadêmica de Pedagogia da UNIGRAN inicia nesta segunda-feira em Dourados
DOURADOS - UNIGRAN DECOR 2019
UNIGRAN Decor 2019 abre as portas para visitação na antiga mansão Garcete em Dourados
UNIGRAN DOURADOS - DIA FOI DELAS
UNIGRAN emociona mães durante a campanha 'Minha mãe merece o melhor'
UNIGRAN DOURADOS - ENEM 2019
Com inscrições abertas até sexta, Enem pode realizar o sonho da graduação
UNIGRAN - DOURADOS - VESTIBULAR DE INVERNO
Vestibular de Inverno na UNIGRAN para Publicidade e Propaganda com inscrições abertas em Dourados
CAMPO GRANDE
VÍDEO: Contra cortes de Bolsonaro, professores e alunos protestam na Capital
DEPUTADA DO MS
Deputada Rose Modesto é eleita sub-relatora na Comissão Externa que vai fiscalizar atuação do MEC
AÇÕES DEPUTADO ONEVAN
Escola de Figueirão recebe aparelhos de ar condicionado de Onevan
UNIGRAN DECOR 2019 - DOURADOS
Ícone do paisagismo brasileiro Benedito Abbud assina ambiente na UNIGRAN Decor 2019
UNIGRAN DOURADOS - FISIOTERAPIA
Projeto que acompanha pacientes oncológicos é feito por acadêmicos de Fisioterapia da UNIGRAN