Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 22 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
DEMISSÃO VOLUNTÁRIA

Reinaldo diz que PDV é atrativo para quem não se adaptar à jornada de 8h

A lei que institui o Programa de Desligamento Voluntário é destinada aos servidores efetivos civis, excluindo policiais militares

16 Abr 2019 - 14h44Por Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirma que o PDV (Programa de Desligamento Voluntário), que foi publicado nesta terça-feira (dia 16), é “opção e atrativo” para o servidor que não se adaptar à jornada de oito horas, que passa a valer a partir de 1º de julho.

“O PDV vai ser opção para o servidor que não conseguir adaptar a sua vida à nova rotina. O programa vem como opção e atrativo. Como é facultativo, adere quem quiser, não temos previsão de quantos servidores vão participar e nem colocamos metas. O PDV é para quem quer sair do governo estadual. Vem para preencher a lacuna de quem não se adaptar às 8h”, diz Azambuja, que participa, em Campo Grande, de lançamento da campanha do agasalho.

Sobre a ampliação da jornada de seis horas para oito horas dos servidores públicos concursados e comissionados, o governador afirma que uma pesquisa apontou que 93% da população entende que a administração estadual deve trabalhar oito horas diárias. “Inclusive eu, que sou um servidor”, afirma.

Bônus - A lei que institui o Programa de Desligamento Voluntário é destinada aos servidores efetivos civis. Desta forma, de acordo com o secretário adjunto da SAD (Secretaria Estadual de Administração e Desburocratização), Édio Viegas, não inclui os policiais militares. Na segurança pública, a administração não tem interesse em reduzir funcionários.

O governo vai divulgar, a cada exercício e conforme o interesse público, os períodos de abertura do programa e critérios de adesão. O documento vai detalhar os órgãos, carreiras, cargos e funções dos servidores que poderão participar do PDV.

O pedido de adesão será feito pelo servidor e encaminhado à SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), com prazo de 45 dias úteis para análise e decisão. O servidor que aderir vai receber o equivalente a uma remuneração mensal para cada ano trabalhado, além de bônus de 30%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS: Servidores estaduais tem descontos de até 30% no comércio de Campo Grande
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
CAMINHONEIROS VÃO PARAR
Grupos de caminhoneiros decidem por paralisação no dia 29, diz líder
RECEITA ESPECIAL - "SEXTA SANTA"
'Pacu a Castelhana' é a receita especial para esta 'Sexta Santa' do Chef de Cozinha da Cantina Bah
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
FATIMA DO SUL - POLACO RESTAURANTE
Quinta Feira da Panqueca é no Polaco Restaurante de Fátima do Sul
JATEÍ - PIONEIRO NA ENTREGA DE PEIXES
Mantendo tradição, peixes são entregues as famílias dos programas sociais do município de Jateí
E AÍ VAMOS TRABALHAR?
Como o trabalho freelancer pode mudar a sua vida