Menu
SADER_FULL
sexta, 20 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
E AÍ VAMOS TRABALHAR?

Como o trabalho freelancer pode mudar a sua vida

Como o trabalho freelancer pode mudar a sua vida

17 Abr 2019 - 19h07

O significado da palavra "lancer" em inglês, traduzido para o português como "lanceiro" é histórico, vem dos tempos de guerra. Lanceiros eram os bravos soldados da cavalaria, cujas armas eram as lanças. Figuras decisivas nos campos de batalha, sua habilidade pode ser vista em filmes como Coração Valente, Tróia e Ben Hur.

No entanto, os lanceiros não são somente personagens fictícios. No Brasil, durante a Revolta dos Farroupilhas, ficaram conhecidos os Lanceiros Negros, habilidosos soldados voluntários, que eram escravos e tinham sua liberdade como garantia por sua participação na guerra. São uma parte esquecida da nossa história, mas que ilustra um grande valor para o freelancer: a liberdade.

Hoje, longe dos campos de guerra, lutamos diariamente pela sobrevivência e uma vida melhor, com nosso trabalho.

Portanto, guardando semelhança com a expressão original, temos hoje os chamados trabalhadores freelancers, ou "lanceiros livres". Estes são os que prestam serviços de forma autônoma, tanto para outras pessoas como para empresas.

Seu campo de atuação é o mais diverso. Você pode contratar como freelancer músicos para uma festa, babysitters para ficar com as crianças eventualmente ou um escritor para escrever sua biografia. A diferença entre estes e o trabalhador formal é que não existe um contrato de trabalho regido pela CLT. O acordo é firmado entre as partes, na hora da contratação do serviço.

Como começou o trabalho freelancer?

Quem nunca quebrou um galho para um amigo após o expediente? Ou vendeu algo para complementar a renda em tempo difíceis? Essa forma de trabalho é comum e existe há muito tempo.

Embora frequente, há poucas décadas trabalhar como freelancer não era algo desejado. As gerações anteriores, "babyboomers" e a geração X, que nasceram em meio à escassez de recursos após a Segunda Guerra Mundial, tinham como objetivo reconstruir seus países. Essas gerações foram ensinadas a valorizar segurança, estabilidade e bom emprego. Estudar, fazer uma boa faculdade e ter uma casa e um bom emprego eram seus objetivos de vida. Provavelmente você tem um tio ou professor mais velho que vê o concurso público como evidência de "sucesso" na vida. Para estes, não ter um emprego fixo é prova de que algo não vai bem.

Já as gerações Y e os Millennials nasceram em um mundo com características muito diferentes das gerações anteriores. A crescente modernização, o surgimento de novas tecnologias, a valorização da informação e do conhecimento, além da busca pelo sentido e o foco no próprio ser. Essas gerações cresceram com acesso a quase tudo e dão um alto valor à liberdade. Buscam equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. E podem inclusive, ter o trabalho freelancer como única fonte de renda.

Assim, nasce um freelancer. É comum encontrar como freelancers profissionais da área de tecnologia, artistas, designers, jornalistas, dentre outros.

Como se tornar um freelancer?

Segundo dados do IBGE, o Brasil tinha quase 13 milhões de desempregados em 2018. Alguns destes não conseguem se recolocar no mercado. Assim, passam a prestar seus serviços de forma autônoma. Isso é o que chamamos de empreendedores circunstanciais.

Mas não é necessário estar desempregado para ser freelancer. Se você deseja mudar a forma como trabalha, tendo mais liberdade e alçar novos vôos, o trabalho freelancer é o ideal. E mesmo que hoje esteja em um emprego formal, de 8:00h às 17:00h com uma hora ou duas de almoço, saiba que isso ainda é possível.

Primeiramente, avalie se a sua profissão atual, caso você seja formado, abre possibilidades de prestar serviços a terceiros. Você pode iniciar esses trabalhos em horários após o expediente ou finais de semana. Assim você consegue uma renda extra e ainda avalia a real demanda na área.

Técnicos das mais diversas áreas, de tecnologia de informação a elétrica, por exemplo, podem prestar serviços autônomos. Assim como engenheiros e arquitetos, também. O mercado freelancer é democrático. Nele, o importante é saber qual área você pode atender, qual problema pode solucionar com seu conhecimento.

Escreva a legenda aqui

Quais as vantagens de ser freelancer?

Aqui eu vou te contar porque eu me tornei um verdadeiro defensor do trabalho freelancer. Essa forma de trabalhar mudou completamente a minha vida.
Diferente de um emprego formal, onde você necessariamente troca seu tempo por um salário fixo, ser freelancer tem muitas vantagens. Veja algumas delas:

Liberdade

Como o nome mesmo já diz, ser freelancer permite ter liberdade. De tempo, ao escolher o horário em que vai realizar suas atividades. Liberdade geográfica, pois há trabalhos (especialmente os online) que você pode prestar de qualquer lugar do país ou do mundo. Liberdade financeira, pois diferente de quem trabalha por um salário fixo, a renda do freelancer varia de acordo com o número de trabalhos que ele faz. Se ele trabalha mais, ou com maior eficiência, ele recebe mais.

Tempo com a família

O trabalhador freelancer pode realizar atividades em sua casa ou, ainda que se desloque sob demanda, ter mais tempo livre. E esse tempo pode ser aproveitado participando da vida de quem ama.

Qualidade de vida

Imagine ser um fotógrafo freelancer que trabalha com casamentos. A demanda por trabalho é geralmente nos finais de semana. Como você não precisa bater ponto todos os dias em uma empresa, poderá desfrutar de prazeres simples como cuidar da saúde fazendo uma caminhada matinal, dormindo até mais tarde ou indo à academia.

Como conseguir um emprego freelancer?

Vale lembrar que freelancer não é um emprego formal, mas sim uma forma de realizar atividades de forma autônoma, sendo remunerado por isso.

O mercado mais promissor para freelancers está na internet. Existem plataformas especializadas somente nessa modalidade de trabalho. Algumas delas realizam a intermediação entre profissionais e clientes, cobrando um percentual sobre o valor dos serviços contratados. Esse é o caso da Uber ou da Workana. Ambas cobram cerca de 20% sobre o valor dos serviços prestados.

Outras, realizam apenas a "apresentação" virtual entre prestadores e clientes. Nesse caso, as plataformas costumam cobrar um valor fixo para cadastro ou ainda mensalidades.

Você também pode oferecer serviços freelancers fora do mundo virtual. O bom e velho boca a boca, com a indicação de amigos e parentes funciona muito bem.  Vale ainda distribuir cartões de visita, panfletos ou divulgar seu trabalho em grupos locais, associações de moradores, condomínios e até mesmo classificados.

Escreva a legenda aqui

Vale a pena ser freelancer?

Como tudo na vida, o trabalho freelancer tem suas vantagens e desvantagens. Ao contrário do que se pensa, algumas pessoas não se adaptam a esse tipo de trabalho. Alguns permanecem como freelancers apenas pelo tempo necessário para conseguirem um novo emprego.

Já outros profissionais sequer se imaginam novamente em um emprego formal, inclusive, recusando propostas de trabalho que não sejam adequadas ao seu novo estilo de vida.

A resposta depende muito do perfil de cada profissional e também de seus objetivos de vida.

Alguns não se importam de acordar cedo de segunda a sexta, mas querem ter um salário "certo"no final do mês. Outros, não se vêem problemas em ter uma renda variável, desde que possam escolher quando e de onde trabalhar. Poder levar um filho doente ao médico durante o expediente, não ter chefe ou simplesmente tirar um dia de folga quando quiser, são atividades comuns para os freelancers, mas impossíveis para trabalhadores formais.

Porém, lidar com os altos e baixos nas demandas, a imprevisibilidade do orçamento e não ter benefícios como férias, décimo terceiro salário, além de ter que programar a sua própria aposentadoria é um desafio para poucos.

Portanto, não existe uma resposta certa. Quem deve avaliar se vale a pena ser freelancer é o próprio profissional. Afinal, não existe emprego perfeito, o que existe são pessoas dispostas a tornar o seu trabalho perfeito.

E se você quiser mais dicas de como se tornar um freelancer, cadastre-se para receber nosso artigo: vantagens e desvantagens de ser freelancer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGOS A VISTA
Indústrias vão gerar mais 700 novos empregos no Estado
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso abrirá 350 vagas para a Guarda Civil na Capital
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Confira as ofertas da SEXTA DO PEIXE e logo mais SEXTA DO CHOPP no Mercado Julifran em Fátima do Sul
VICENTINA - PALAVRAS DO PREFEITO
Prefeito fala do desafio de ser político e de realizar sonhos que viu seu pai sonhar para Vicentina
FÁTIMA DO SUL - CACAU SHOW
Surpreenda quem você ama com lindas cestas na Cacau Show de Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - QUINTA FILÉ
QUINTA FILÉ com muita qualidade e economia na compra de carnes no Mercado Julifran em Fátima do Sul
+ ALTA
Petrobras eleva preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Estado repassa R$ 5,5 milhões para a saúde de Coxim e mantém pagamentos em dia
TURISMO E DESCANSO
6 praias brasileiras para visitar antes de morrer
FÁTIMA DO SUL - TURISMO E DIVERSÃO
Aqua Park abre temporada neste sábado, Veja como vai funcionar em Fátima do Sul