SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 22 de Agosto de 2017
DELPHOS_FULL
2 de Junho de 2017 08h22

Sexta-feira promete mais recordes de frio no MS e algumas Capitais

CLIMA TEMPO

Uma forte massa de ar de origem polar está entrando no Brasil e causa acentuada queda da temperatura. O mês de junho começou com recorde de frio em cinco capitais brasileiras.

Pode esfriar mais na madrugada desta sexta-feira e há chance de novos recordes de menor temperatura do ano (madrugada mais fria) em Rio Branco, Porto Velho, Cuiabá, Campo Grande e também na cidade de São Paulo.

madrugada de sábado, 3 de junho, ainda será bastante fria especialmente nos estados das Regiões Sul e Sudeste e há chance de novos recordes. Rio de Janeiro e Belo Horizonte são fortes candidatas a baterem o recorde de menor temperatura do ano neste próximo sábado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura no Rio de Janeiro até agora foi 14,0°C, em 13 de maio. Em Belo Horizonte, o recorde atual ocorreu em 30 de maio, quando a temperatura baixou para 15,3°C. Tanto no Rio como em Belo Horizonte, a temperatura pode chegar aos 13°C na madrugada do sábado.

Recordes de 1 de junho

O ar gelado foi sentido na quinta-feira, 1 de junho, em toda a Região Sul, em São Paulo, em Mato Grosso do Sul, no sul e no oeste de Mato Grosso e chegou também a Rondônia e ao Acre. A temperatura caiu muito em Porto Alegre, Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho e em Rio Branco e junho começou com recorde de frio nestas capitais

 

Cuiabá e Campo Grande tiveram duplo recorde de frio e registraram a madrugada e a tarde mais fria de 2017 até agora.

Na capital de Mato Grosso, Cuiabá, a temperatura mínima foi de 17,2°C, pela medição do INMET - Instituto Nacional de Meteorologia. O recorde anterior era 18,8°C em 28 de abril. A temperatura máxima foi de 24,0°C e também foi a menor do ano, por enquanto. O recorde anterior era 25,0,°C, em 2 de fevereiro.

Em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, a temperatura mínima nesta quinta-feira, 1 de junho, foi de 12,1°C, igualando o recorde já registrado em 28 de abril. A temperatura máxima foi de apenas 19,1°C, a mais baixa do ano. O recorde anterior de menor máxima era 21,6°C, em 31 de maio.

Porto Alegre, Cuiabá e Porto Velho registraram a tarde mais fria de 2017 até agora. Nas três capitais, além de ar polar, o excesso de nebulosidade também contribuiu para manter a temperatura baixa. Em Porto Alegre choveu muito o dia todo.

Pela medição do INMET, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a temperatura máxima em 1 de junho foi de 17,2°C, a máxima mais baixa do ano. O recorde anterior era 17,6°C, em 31 de maio.

Em Porto Velho, capital de Rondônia, a temperatura máxima foi de 25,5°C e igualou o recorde anterior de menor máxima que ocorreu em 21 de março.

Rio Branco, capital do Acre, também bateu o recorde de tarde mais fria do ano no dia 1 de junho, com temperatura máxima de 23,8°C. Mas os valores de máxima de Porto Velho e de Rio Branco podem sofrer alterações após a nova leitura realizada na noite de 1 de junho.

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
LÉO_GÁS_300
REINO_MATRÍCULAS_2017
Últimas Notícias
  
REINO_MATRÍCULAS_2017
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.