Menu
PASSARELA
quinta, 21 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Cidades

Servidor que divulgou vídeos de penitenciária é demitido

27 Set 2013 - 13h44Por stj

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a demissão de um agente penitenciário, por ele ter divulgado ilegalmente vídeos de monitoramento da Penitenciária Federal de Campo Grande (MS), os quais mostram conversas entre advogados e clientes.

Demitido em maio de 2011, o agente penitenciário moveu recurso contra ato do ministro da Justiça, que lhe impôs a pena de demissão do quadro de pessoal do Departamento Penitenciário Nacional, após processo administrativo disciplinar. Ele pretendia anular o processo e pedia a imediata reintegração no cargo. Entre outros pontos, alegou incompetência da autoridade instauradora do processo administrativo disciplinar e inobservância do devido processo legal. Sustentou que a demissão teria sido motivada por perseguição promovida pela administração contra sindicalistas que assinaram denúncias de irregularidades.

Segundo o relator, ministro Mauro Campbell Marques, o servidor teria revelado, de forma intencional, vídeos sigilosos aos quais teve acesso por exercer o cargo de agente penitenciário. Para o ministro, o ato constitui, inclusive, crime de violação de sigilo profissional, tipificado no Código Penal.

O ministro Mauro Campbell esclareceu, ainda, que a lei do servidor público (Lei 8.112) estabelece a competência do presidente da República para julgamento de processos administrativos e aplicação da penalidade de demissão de servidor – e tal competência pode ser delegada aos ministros de estado. O magistrado também afastou as alegações de falta de provas e de perseguição política.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEPUTADO TRABALHANDO PELO MS
Onevan assegura mais 3 emendas parlamentares para Batayporã
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Izauri e Reinaldo assinam contrato de R$ 22 Milhões
Três Lagoas
Homem é preso acusado de sequestrar secretária para roubar caminhonete
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
MORTE A ESCLARECER
Militares do Exército encontram homem morto ao lado de moto em Porto Murtinho
Paranhos
Pecuarista é executado a tiros durante emboscada em fazenda na fronteira
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
AÇÕES ONEVAN DE MATOS
Onevan participa da entrega da reforma de escola reivindicada por ele ao Governo do MS
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo lança R$ 1,3 milhão em licitações e divulga outros R$ 3,3 milhões em resultados
CASO DE POLICIA CONTRA PREFEITO
'Inteligência da polícia trabalha para elucidar atentado contra prefeito', garante governador