Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
PARALISAÇÃO

Professores da rede estadual fazem ‘paralisação de advertência’ nesta terça

Categoria pede cumprimento da Lei do Piso

30 Mai 2017 - 07h51Por Mídia Max

Os trabalhadores da rede estadual de ensino vão fazer manifestação na manhã desta terça-feira (30). Os educadores e administrativos fazem uma ‘paralisação de advertência’ para cobrar do governo do Estado, o cumprimento da Lei do Piso (Lei n.º 11.738/2008) e o reajuste dos administrativos.

De acordo com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), os trabalhadores farão ato em Campo Grande, às 8 horas, na rotatória do Parque dos Poderes, subindo pela Avenida Afonso Pena, na Avenida do Poeta, 200 metros antes de chegar na Secretaria de Educação do Estado.

Os professores cobram a o pagamento do reajuste de 7,64% do Piso Salarial Nacional, referente ao mês de janeiro deste ano. O aumento é garantindo por meio da Lei do Piso (Lei n.º 11.738/2008) e pela Lei Complementar Estadual n.º 200/2015. O governo do Estado segue em tratativas com a Fetems sobre o assunto.

Na última segunda-feira (29), foi realizada reunião com o Secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis e o presidente da Fetems, Roberto Botarelli.

Foi proposto pelo governo do Estado, a garantia de que todos os professores que trabalham a partir de 20h semanais recebam ao menos o piso nacional – que prevê 40h de jornada e a “repactuação dos prazos para aplicação de reajuste sobre a Lei do Piso, com prorrogação para 2018, em virtude da queda da receita estadual bem como da necessidade de as contas estaduais se submeterem à Emenda Constitucional 77, de 18 de abril de 2017, que trata do limite de gastos. A proposta do Governo será levada pela Fetems à categoria.

Com relação aos administrativos, a reinvindicação é a incorporação do abono salarial de R$ 200, política de valorização salarial e o reajuste da categoria, o que esbarra na alegação do governador Reinaldo Azambuja de que seria preciso recompor as perdas com arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do gás natural.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE - NOVO VÍRUS
Advogada morre 15 minutos após dar entrada em PS com vírus H3N2 em cidade do MS
IRREGULARIDADES
MPF cobra R$ 22 milhões de Puccinelli e dois ex-secretários por falta de investimentos na saúde
RECEITA NUTRI DR. SHAPE
Nutri Dr. Shaper indica o mousse de morango com Whey Protein para não passar o feriado sem doce
JATEÍ - COM RECURSOS PRÓPRIOS
JATEÍ: Eraldo entrega reforma de Capela Mortuária 'mais conforto aos familiares no momento de dor'
ITAPORÃ - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Em Itaporã, população aprova qualidade das obras do Governo do Estado de MS
VICENTINA - ALMOÇO NESTE SÁBADO
VICENTINA: Pesqueiro 7 Bello servirá almoço neste sábado feriado, o cardápio será o 'Frango Caipira'
AÇÕES DO DEPUTADO ONEVAN
Onevan ouviu reivindicações e celebrou Dia do Índio em Amambai, Coronel Sapucaia, Tacuru e Sidrolând
Investimentos em Asfaltamento
Governo do Estado vai asfaltar MS-379 com investimentos de quase R$ 77,4 milhões
VICENTINA - EMENDAS PARA SAÚDE
Geraldo destina R$ 200 mil para aquisição de equipamentos para saúde de Vicentina
VICENTINA - PAIXÃO DE CRISTO
Assista a 'Paixão de Cristo' realizada pela Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos em Vicentina