Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
MORADIAS

MS será o primeiro estado a receber moradias da nova edição do Minha Casa

A renda mensal deve ser de até R$ 2.350,00

10 Nov 2016 - 15h00Por Mídia Max

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado do Brasil a receber a nova edição do programa federal Minha Casa Minha Vida. O governador Reinaldo Azambuja e a Secretária Estadual de Habitação, Maria do Carmo Avesani, estiveram em Brasília nesta quarta-feira (9), durante a solenidade de lançamento e assinatura do contrato do projeto, que contou com a presença do Presidente da República, Michel Temer, e o Ministro das Cidades, Bruno Araújo.

"Nossa avaliação do programa começar com assinatura do convênio em Mato Grosso do Sul é muito positiva. Foi assinado o primeiro contrato justamente em Campo Grande. Essa é uma articulação importante, que compõe com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretária Maria do Carmo, no sentido de atender as famílias que estão nessa faixa intermediária de renda a se tornarem donas de suas moradias, saindo do aluguel e melhorando a qualidade de vida. Esse é o início de muito outros contratos que temos encaminhados", afirmou o governador.

A secretária de Habitação explicou que o convênio é desenvolvido por meio da Caixa Econômica Federal (CEF) e tem como objetivo atender uma nova faixa de beneficiários, com renda mensal até R$ 2.350,00. "Nos sentimos muito orgulhosos por termos sido o primeiro estado a assinar o contrato na nova modalidade. O programa vem em boa hora e com teto de subsídio maior, trazendo melhores condições a muitas famílias. Só temos a comemorar", declarou Avesani.

O Ministro das Cidades, Bruno Araújo destacou que as contratações anunciadas são reflexo do compromisso do governo federal com a habitação para a população de baixa renda. "A contratação de unidades habitacionais na faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida, vai construir em todo o Brasil 40 mil novas moradias para atender a famílias com renda de até R$ 2.350, com possibilidade de subsídio de até R$ 45 mil e de financiamento de imóveis até R$ 135 mil. A iniciativa mostra a forma responsável que a gestão do presidente Michel Temer vem tratando as políticas sociais", ressaltou o ministro.

De acordo com o Ministério das Cidades, estão destinados R$ 4,3 bilhões em recursos para os imóveis da Faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida. Destes, R$ 1,9 bilhão serão em subsídios (R$ 1,8 bilhão do FGTS e R$ 180 milhões do Tesouro Nacional) e os demais R$ 2,4 bilhões em financiamentos do FGTS.

Até 2018, o governo federal pretende contratar 600 mil casas e apartamentos em todas as faixas do Programa. Para as faixas 2 e 3, estão previstas 320 mil unidades habitacionais. As demais serão para faixa 1,5.

Nova modalidade

O gerente regional da Caixa Econômica em Mato Grosso do Sul, Ubiratan Rebouças Chaves, informou a primeira unidade em Campo Grande é o residencial Itambé. Localizado no bairro Centenário, o conjunto habitacional terá 72 unidades. A construção e vendas das moradias está a cargo da RG Empreendimentos.

"O Itambé já está valendo. Os interessados devem procurar um corretor ou diretamente e empresa. A renda mensal deve ser de até R$ 2.350,00. O limite máximo do valor do imóvel em Campo Grande é de R$ 115 mil, com subsídios de até R$ 30 mil. É uma oferta de crédito importante para uma parte da população que não estava sendo atendida. Essa nova faixa vai melhorar muito a vida de muitas famílias brasileiras", afirmou o gerente regional da Caixa Econômica.

De acordo com informações do Ministério das Cidades, o financiamento está sendo feito com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), poderá ser pago em até 360 meses (30 anos). Os juros são de 5% ao ano acrescido de TR. O ministério destacou que a nova modalidade era uma reivindicação antiga dos empresários da construção civil e das organizações da sociedade civil, que enxergavam uma grande lacuna entre aqueles que estavam na Faixa 1 (renda familiar de até R$ 1,8 mil) e os que estavam na Faixa 2 (até R$ 3,6 mil) do programa habitacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GREVE DOS CAMINHONEIROS
Reinaldo anuncia redução na pauta fiscal do diesel a partir de 1º de junho
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo do Estada leva mais de R$ 11 milhões de obras para três municípios de MS
Dourados
Indígenas iniciam manifesto em rodovia entre Dourados e Itaporã em apoio aos caminhoneiros
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
CAMINHONEIROS MANTÉM BLOQUEIOS
Mesmo após acordo, caminhoneiros se mobilizam pelo 5º dia em vários estados
GREVE DOS CAMINHONEIROS
'Governo Federal está jogando para os estados problema da greve dos caminhoneiros', diz Reinaldo
AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Eduardo Rocha apresenta Moção de Congratulação à promotor de Justiça de Três Lagoas
GOVERNO INVESTINDO EM ASFALTO
Governo assina contrato de R$ 4,4 milhões para pavimentação de ruas de Jardim
PROJETO BARBOSINHA
Festa do pé de soja solteiro de Laguna Carapã pode entrar para Calendário Cultural oficial do Estado
AÇÕES DO DEPUTADO ONEVAN
Idealizado e inaugurado por Onevan, deputado participa de atividades da Guarda Mirim de Naviraí