Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
DOURADOS

MPMS faz diligências em centro médicos de Dourados e constata irregulares de médicos de Dourados

Foram localizadas, ainda, outras fichas que não continham nenhum tipo de assinatura

2 Jun 2017 - 15h43Por Agência Brasil

Em diligência, realizada na última segunda-feira (29/5), o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado pelos Promotores de Justiça Etéocles Brito M. D. Júnior e Ricardo Rotunno, titulares da 10ª e 16ª Promotoria de Justiça, respectivamente, estiveram no Centro de Atendimento à Mulher (CAM) e no Posto de Assistência Médica Atendimento (PAM) para verificarem o funcionamento das unidades, e a rotina dos médicos/enfermeiros que atendem no local.

Durante a diligência ao CAM, os Promotores de Justiça constataram a ausência de médicos no local, bem como a folha de frequência, de um médico, que se encontrava preenchida integralmente, sendo que o profissional, naquela data, encontrava-se de férias, inclusive viajando para fora do País.

Foram localizadas, ainda, outras fichas que não continham nenhum tipo de assinatura ou controle de horário do médico, que seriam preenchidos em um único momento, antes de encaminhar para a secretaria, o que indica a total falta de controle quanto a efetiva prestação de serviços médicos. Além de, outra lista de frequência que, já estava totalmente preenchida, com os horários de entrada e saída dos médicos, mesmo antes de finalizar o mês.

Conforme os Promotores de Justiça, a coordenadora do Centro de Atendimento à Mulher, revelou que os médicos lotados na unidade, não comparecem todos os dias para atendimento e, quando vão, atendem um número determinado de pacientes, para finalizarem os atendimentos, ou seja, não cumprem o horário que deveriam.

Outra situação relatada pela coordenadora, foi a do médico urologista, que este não atende clinicamente nenhum paciente, apenas comparece ao CAM para realizar os procedimentos cirúrgicos conforme sua disponibilidade particular.

PAM

Durante a diligência realizada ao Posto de Assistência Médica (PAM), os Promotores de Justiça Etéocles Brito M. D. Júnior e Ricardo Rotunno, também encontram irregularidades no controle de ponto dos médicos que atendem no local. A lista de frequência já estava integralmente preenchida, com os horários de entrada e saída dos médicos, até o dia 31/05/2017, sendo que, a diligência foi realizada no dia 29/5/2017.

Foram localizadas, ainda, outras fichas do mês de maio que não continham nenhum tipo de assinatura ou controle de horário do médico, que seriam também preenchidos em um único momento, antes de encaminhar para a secretaria, o que indica a total falta de controle quanto à efetiva prestação de serviços médicos.

Para os Promotores de Justiça, essas constatações demonstram a total falta de organização da coordenação, não só quanto aos pontos, mas também de outros documentos sensíveis ao funcionamento do local, tanto que quando solicitados, não foram de pronto encontrados.

A recepção do local, encontrava-se lotada de pacientes aguardando atendimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Três Lagoas
Homem é preso acusado de sequestrar secretária para roubar caminhonete
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
MORTE A ESCLARECER
Militares do Exército encontram homem morto ao lado de moto em Porto Murtinho
Paranhos
Pecuarista é executado a tiros durante emboscada em fazenda na fronteira
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
AÇÕES ONEVAN DE MATOS
Onevan participa da entrega da reforma de escola reivindicada por ele ao Governo do MS
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo lança R$ 1,3 milhão em licitações e divulga outros R$ 3,3 milhões em resultados
CASO DE POLICIA CONTRA PREFEITO
'Inteligência da polícia trabalha para elucidar atentado contra prefeito', garante governador
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Onevan congratula Reinaldo por enviar Caravana da Saúde Indígena ao Sul de MS
DO GABINETE DO DEPUTADO
Vereadores de Alcinópolis apresentam reivindicações a Onevan de Matos