Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
opinião

Leia o artigo “No Brasil, o Cirme é Organizado”, por Autenir Rodrigues

21 Out 2013 - 18h00

NO BRASIL, O CRIME É ORGANIZADO

Convenhamos, no Brasil, algumas noticias não são mais novidades. A repetição enche a paciência! Estamos ouvindo a mesma ladainha desde que descobriram que o PCC existe. Eles mandam e desmandam, dentro e fora dos presídios brasileiros! Tanto faz estarem presos ou não! Ninguém faz nada! E quando fazem, são medidas paliativas, quase um deboche, haja vista, a ineficiência dos bloqueadores de celulares em presídios.

O que as ultimas investigações sobre o PCC trazem de novidade? Na minha opinião, são apenas atualizações de números, que a contragosto das autoridades, só enaltecem o poder do crime “verdadeiramente organizado”, uma coisa que as autoridades da segurança publica em geral, não conseguem ser.

Graças a essas atualizações dramáticas e vergonhosas, estamos sabendo agora, por exemplo, que o PCC atua em 90% dos presídios de São Paulo, mas estão presentes em 22 Estados brasileiros! Vejam só como cresceram! Ou melhor, deixaram crescer. Ficamos sabendo ainda, que o PCC agora tem ramificações até internacionais, expandindo-se para o Paraguai e Bolívia. E como se desgraça pouca fosse besteira, suspeita-se que tenham tentáculos na politica, financiando campanhas e andam flertando com o Poder Judiciário. Segmentos bem volúveis, diga-se de passagem!

Lógico que, com tanto poder assim, uma hora isso sobe pra cabeça. Mas em território de ninguém, onde parece que as autoridades não conseguem ter controle de absolutamente nada, não há limite para ousar.

Em escutas das recentes investigações do Ministério Público do Estado de São Paulo, revelam ameaças até à realização da Copa do Mundo em 2014 no Brasil.Vejam só! O Brasil poderá mostrar ao mundo sua incompetência em combater o crime organizado. Mas a cereja do bolo, no entanto, foi a revelação dos planos de assassinar o Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmim, segundo eles, “O Comandante do Vermes”.

As medidas que se cogitam agora para inibir as ações do PCC, principalmente dentro do limites dos presídios,  são as mesmas de tempos atrás: bloqueadores de celulares, transferências de presos e regime de disciplinar diferenciado– RDD. Mais uma vez, medidas paliativas, principalmente se não forem aliadas a um rigorosoe eficiente sistema de controle, que impeçam entre outras coisas, a entrada de celulares e drogas, em presídios, que conta obviamente com a corrupção de agentes e policiais.

Por fim, nos resta a indignação de ver que todo mundo sabe ou pelo menos suspeita “como e porque” tudo isso acontece, potencializandoainda mais nosso descredito nas autoridades que deveriam cuidar da segurança pública neste país, mas preferem inventar soluções milagrosas e empurrar o problema com barriga. No Brasil o crime é organizado. O Poder Público não!

Autor: Autenir Rodrigues de Lima

Funcionario: Prefeitura de Jateí/MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
FÁTIMA DO SUL E CAARAPÓ - POLÍCIA CIVIL
Ação conjunta da PC de Fátima do Sul e Caarapó prendem em flagrante filho que extorquia própria mãe
JARDIM - MS - CARNAVAL CANCELADO
Assim como Bonito, Prefeitura de Jardim também prefere usar dinheiro do Carnaval para outros fins
IVINHEMA - FATALIDADE
Homem morre durante Missa na Matriz em Ivinhema
MINISTRA CONFIRMA PRESENÇA
Ministra Tereza Cristina participa do Showtec 2019 que acontece em Maracaju
CAMPO BELO RESORT - VEJA OS PACOTES
Campo Belo, o Resort mais incrível do interior de SP vai entrar no clima do Queen!, Confira aqui
VEJA SE SEU CELULAR É PIRATA
Saiba como consultar se seu aparelho é pirata - 1,4 mil celulares piratas serão bloqueados em MS
MORTE A ESCLARECER NO MS
Após discussão com pais, jovem é encontrado morto em MS
OPORTUNIDADES EM MS
Em MS: Prefeitura e instituições de ensino abrem concurso com salários de R$ 998 a R$ 9,6 mil