Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
fátima do sul - ‘Seu Vilela’ pipoqueiro

Há 33 anos vendendo pipoca em Fátima do Sul, ‘Seu Vilela’ ganha novo carrinho da Mais Móveis

‘Seu Vilela’ trabalha há 33 anos vendendo pipoca

2 Out 2013 - 07h30Por Washington Lima / Fátima News

A empresa Mais Móveis, fez a doação de um novo carrinho comercial  para  ‘Seu Vilela’ que trabalha há 33 anos vendendo pipoca no município de Fátima do Sul. A ação solidária da do empresário José Massariol, além de dar melhores condições de trabalho a esse senhor tão querido pela comunidade, mudou pra valer o visual do carrinho para que ‘Seu Vilela’ possa trabalhar e conquistar um público cada vez mais fiel.

Para o desenvolvimento do projeto gráfico e plotagem do carrinho de ‘Seu Vilela’, José Massariol solicitou a empresa Alison Publicidades de Vicentina para fazer a criação e planejamento do adesivo. Daí surgiu a idéia de criar de personalizar o carrinho que ele ganhou com tanto carrinho da loja Mais Móveis.

“Depois desse novo modelo, meu carinho tá chamando atenção. Só sei que com esse movimento todo, tô vendendo muito mais pipocas. Agradeço muito ao José Massariol que me deu esse presente e a parabenizo pela idéia e pelo bom feito, ficou muito legal”, disse ‘Seu Vilela’.

Para o empresário José Massariol responsável pela ação, “é uma satisfação em poder estar oferecendo melhores condições de trabalho a uma pessoa tão honesta , trabalhadora, que sempre batalhou pelo sustento de sua família, nada mais justo do que oferecemos a ele uma novo carrinho, para continuar desenvolvendo seu trabalho na cidade de Fátima do Sul. Foto: Washington Lima / Fátima News

UM POUCO DA HISTÓRIA DO ‘SEU VILELA’

José Vilela Andrade, nascido em 1940, no Estado de São Paulo, veio para o Mato Grosso do Sul ao 21 anos de idade, relembra de sua chegada ao Estado ainda pouco desbravado no ano de 1959, onde começou a trabalhar na roça e lida com gado como capataz de fazenda.

Pai de seus filhos, precisou deixar a vida no campo em busca de melhorias e oferecer estudos aos filhos, deixou o município de Dourados e mudou-se para a cidade de Fátima do Sul, onde na década de 80, começou a trabalhar como guarda como funcionário do Estado e funcionária da extinta FIFASUL.

Em conversa ao repórter Washington Lima do Fátima News, ‘Seu Vilela’ lembra com a voz embargada da saudosa Drª Ively Monteiro, fundadadora e proprietária da extinta FIFASUL – Faculdades Integradas de Fátima do Sul, principal incentivadora para comprar-se um carrinho e começar a vender pipoca na porta da faculdade. “Engraçado eu usava o crachá da FIFASUL como funcionário e ainda vendia pipoca e as pessoas andavam me perguntando como podia eu desenvolver as duas funções, simplesmente respondia ‘a Ively é uma pessoa muito boa’, sorriu ‘Seu Vilela’, ao relembrar das épocas de glória da Faculdade.

Durante 14 anos, ‘Seu Vilela’ acumulou suas funções na FIFASUL e na Escola Estadual Vicente Palotti quando pediu o PDV – Plano de Demissão Voluntária do Governo do Estado, em 2004 se aposentou das funções da FIFASUL, mas nem por isso deixou de exercer a profissão que apreendeu a gostar até os dias atuais, que é servir pipocar para os alunos. “Ontem mesmo foi um dia chuvoso, não vim para a faculdade, hoje chamada de FAFS, e hoje quando cheguei os alunos já vinham me perguntar porque não apareci no  dia anterior. São essas coisas que nos motivas a prestar esse serviço, é pelos alunos, pelas amizades ao longo desses 33 anos de trabalho . Se eu parar não tem outro para fazer meu serviço aí fico aqui”, disse.

Enquanto conversávamos, sua esposa Dª Maria das Mercedes continuava a atender a clientela. Perguntei a ‘Seu Vilela’ se não se sentia cansado e que é sempre que sua esposa o ajudava? “Estamos cansados, mas não posso deixar os alunos, antes eu sempre trabalhava sozinho agora ela sempre me ajuda, enquanto vou fazendo a pipoca ela vai atendo, depois de feita eu descanso e ela toma de conta do carrinho”, brincou.

Além de vender pipoca na faculdade ‘Seu Vilela’ costuma atender aniversários, datas comemorativas, promoções e inaugurações de lojas. Atualmente ‘Seu Vilela’ mora com a esposa o filho caçula, possui 14 netos e 2 bisnetos.

Ao final da conversa ‘Seu Vilela’ fez questão de agradecer imensamente pela doação do carrinho e ainda lembrou. “Meu primeiro carrinho hora recém encostado vai continuar em casa, vou fazer uma cobertura para guardá-lo, não dou, não vendo, não troco e muito menos empresto, eu ganhei boa parte de minha vida com ele”.

Foto: Washington Lima / Fátima News. 'Seu Vilela" em carrinho antigo adquirido na década de 80
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA GERAL
Mulher internada em Naviraí contraiu gripe H3N2 após passagem pela Capital
Desaparecido
Garoto desaparece em área rural e polícia encontra pegadas de onça
Arrombamento
Ladrões arrombam janela e furtam agência dos Correios de Anaurilândia
DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
Você já conhece o nosso revestimento PET? O plástico PET confere à madeira, na Italínea Dourados
FÁTIMA DO SUL - NA TRIBUNA
Diego Carcará reivindica por término de pavimentação asfáltica em diversas ruas de Fátima do Sul
CONTRABANDO
Homem é preso com 450 mil maços de cigarros e caminhão roubado
Fátima do Sul - Escola Pallotti
Jornalista Wilson Gonçalves faz palestra sobre o município no Vicente Pallotti de Fátima do Sul
Alerta
Trabalhador rural morre vitimado pela gripe A no MS
Fátima do Sul - ACIFAS
Campanha “SEMPRE MÃE” segue com grande sucesso em Fátima do Sul
MS Campeão Judô
Com 40 medalhas de ouro, seleção estadual ganha o título nacional