Menu
prefeitura VICENTINA Março 2019
segunda, 18 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Cidades

Cidade de MS terceiriza saúde pública há 16 anos

9 Out 2013 - 13h15

O MPF (Ministério Público Federal) em Mato Grosso do Sul recomendou à prefeitura e à Câmara Municipal de Aparecida do Taboado que regularizem o funcionamento do Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, atualmente administrado pela entidade privada Santa Casa de Misericórdia.

A prestação dos serviços públicos de saúde devem ser retomados pela administração municipal, devendo realizar licitações, concursos públicos e prestação de contas.

O MPF descobriu que o município terceiriza integralmente, desde 1997, os serviços de saúde do único hospital municipal. A lei determina que a intervenção privada deve ocorrer apenas de forma complementar ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Auditoria realizada pela Cecaa (Coordenadoria Estadual de Controle, Avaliação e Auditoria), constatou que a Santa Casa ocupa o prédio do hospital municipal, recebe e gerencia as verbas federais repassadas à prefeitura e ainda prestava atendimento médico particular e por meio de convênios.

A investigação descobriu que a Santa Casa estava irregular no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) e, portanto, inabilitada para receber verbas públicas. Para que ela pudesse receber os recursos federais, a prefeitura editou uma lei - inconstitucional - que permite o repasse.

Recursos públicos, contratações privadas

A auditoria constatou que associados da Santa Casa exerciam funções de direção no SUS, o que é ilegal. Além disso, mesmo recebendo verbas públicas, a Santa Casa não realiza concurso ou licitação quando precisa contratar pessoal ou adquirir materiais, obrigação de instituições que recebem dinheiro público.

De acordo com as investigações, a situação começou nas administrações anteriores - que também estão sendo investigadas - e continua com a atual gestão municipal.

A lei que autoriza a cessão do hospital municipal para a Santa Casa foi aprovada em 1997. Desde então, a gestão da entidade municipal e o recebimento de verbas públicas estão sob a administração da Santa Casa.

A prefeitura e a Câmara de Aparecida do Taboado têm o prazo de 15 dias, a contar do recebimento, para encaminhar resposta com relação às solicitações do MPF. (Com assessoria)

Deixe seu Comentário

Leia Também

E AÍ JÁ PREPAROU AS BLUSAS???
Frente fria chega em MS nesta quarta (20)
AÇÃO PARLAMENTAR - ONEVAN DE MATOS
Trabalho de Onevan foi fundamental, Reitor anuncia implantação de novo curso na UFMS de Naviraí
EM CAMPO GRANDE - ROSE MODESTO
Rose Modesto leva debate sobre prevenção e combate a violência contra mulher para Sarau Solidário
NÃO QUERIAM FRIO...!!!
Outono chega em 6 dias e previsão é de frio abaixo de 5ºC durante estação em MS
SEM FILA E SEM ESTRESSE
#SemEstresse: sofre com o mal de ficar horas nas filas lotéricas? Veja como se livrar delas
ARTIGO DA SEMANA
ARTIGO: 'Transforme erros em acertos', por Luciano Gazola
AÇÕES PARLAMENTARES
Jamilson Name solicita obras para maior segurança dos ciclistas da Capital
LOTERIAS
Comemore os R$ 24 milhões da Dupla de Páscoa com um gostinho especial pelo mundo afora
MUITA CHUVA EM ITAPORÃ - VÍDEO
ITAPORÃ: Córrego Sardinha transborda e força da água arrasta animais rurais; ASSISTA VÍDEO
ITAPORÃ - TROMBA D´ÁGUA
ITAPORÃ: Tromba D’água provoca alagamentos, córrego transborda, água invade casas e bloqueia rodovia