Menu
PASSARELA
segunda, 18 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Imposto sobre Veículos

Carnês do IPVA são distribuídos e governo mantém cálculo de 2016

Começaram a ser distribuídos os carnês

23 Nov 2016 - 07h51

Começaram a ser distribuídos os carnês do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017. O índice aplicado sobre o valor do veículo para cálculo do imposto previsto no Código Tributário Estadual é de 5% para carros de passeio e caminhonetas, porém, no Mato Grosso do Sul o percentual recebe desconto de 30%, caindo para 3,5% sobre o valor de tabela. Para pagamento a vista, o tributo tem 15% de desconto.

O imposto para ciclomotor, motocicleta, triciclo e quadriciclo continua em 2%; o mesmo percentual será aplicado para caminhões com qualquer capacidade de carga, ônibus ou microônibus para transporte coletivo de passageiros. Para automóveis de oito lugares movidos a diesel a alíquota fica em 4,5%.

No caso dos frotistas – que possuem mais de 30 veículos – a alíquota é de 1,5% para motos; 2% para automóveis, carros de passeio e utilitários; 3% para automóveis de oito lugares movidos a diesel; e 1% para caminhões e ônibus.

Caminhão com qualquer capacidade de carga, ônibus e microônibus para transporte coletivo de passageiros, caminhonete, caminhonete de uso misto e utilitário e veículos com capacidade de até oito pessoas (excluído o condutor) mantêm a isenção total no 1º ano. As motos mantém 50% de isenção, também no 1º ano.

O valor do IPVA é apurado com a aplicação do percentual sobre o valor de mercado do veículo, constante da tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

Apesar de totalmente reformulado, mais claro e moderno, o formulário continua sendo emitido em formato único e deve chegar à casa dos proprietários com cerca de dois meses de antecedência. A intenção do governo do Estado é simplificar o processo e facilitar o entendimento do valor por parte do proprietário de veículo automotor.

Boletos continuam impressos em preto e branco

Como forma de economizar, os boletos de 2017 também serão emitidos em preto e branco. Dados da Secretaria de Fazenda apontam uma economia de pouco mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos estaduais com a impressão.

A primeira parcela vence no dia 31 de janeiro de 2017. Contudo o governo antecipa o envio dos carnês com o objetivo de dar mais comodidade e tempo para que os contribuintes possam se planejar. A previsão é que até o dia 30 de novembro todos tenham recebido os carnês em suas residências.

O formulário segue em formato único, independente da opção do contribuinte de pagar à vista ou em até cinco vezes. Quem preferir pagar à vista conta ainda com o abatimento de 15% no valor total apurado.

Para os que preferirem o parcelamento, as datas de vencimento serão 31 de janeiro para a primeira parcela; 24 de fevereiro para a segunda; 31 de março para a terceira; 28 de abril para a quarta; e a última vence em 31 de março.

Para onde vai o IPVA?

De acordo com o secretário de Fazenda, Marcio Monteiro, o IPVA é hoje a segunda fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado. Os recursos são revertidos em melhorias para os cidadãos.

De janeiro a outubro de 2016, os 79 municípios receberam juntos R$ 437,1 milhões provenientes do IPVA, contra R$ 182,7 milhões em todo o ano de 2015.

Dados do Portal da Transparência revelam que Campo Grande ficou, no mesmo período de 2016, com R$ 177,3 milhões; Dourados R$ 43,3 milhões; Três Lagoas R$ 26,6 milhões; Corumbá R$ 10 milhões. O recurso possibilitou suporte a recessão econômica, uma vez que houve redução no repasse do Fundo de Participação dos Municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DO GABINETE DO DEPUTADO
Vereadores de Alcinópolis apresentam reivindicações a Onevan de Matos
AÇÕES EDUARDO ROCHA
Em inauguração da nova maternidade do HNSA de TL, Eduardo Rocha enfatiza importância da instituição
CARAAPÓ - ACIDENTE COM VÍTIMA
Homem morre em acidente que teria provocado com caminhão em Caarapó
PREFEITO DE CIDADE DO MS
Prefeito de cidade do MS sofre atentado a tiros na fronteira com Paraguai
CORUMBÁ - REDUÇÃO DO ICMS
Redução do ICMS por Reinaldo Azambuja pode frear custo do transporte coletivo em Corumbá
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Com R$ 45 milhões em investimentos, Reinaldo Azambuja realiza agenda em sete municípios em três dias
Ponta Porã
Carro recheado de droga é apreendido na BR-463
Três Lagoas
Criança de 4 anos aparece com ferimentos no órgão genital; abusador pode ser um familiar
ESPAÇO PUBLICITÁRIO
Eko'7 Colchões Magnéticos, veja os benefícios e onde encontrar
PREVISÃO DO TEMPO
Frente fria chega com chuva nesta terça-feira Dia dos Namorados em todo o Estado do MS