Menu
PASSARELA
sexta, 20 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
VAMOS AJUDAR

Mãe faz rifa de celular para ajudar no tratamento de câncer de bebê

Mãe faz rifa de celular para ajudar no tratamento de câncer de bebê

15 Set 2017 - 07h53Por CORREIO DO ESTADO

Diagnosticado com um tipo de câncer chamado neuroblastoma, o bebê Arthur, de 10 meses, segue a luta pela vida enquanto a mãe, Lione Balta Cardozo, de 27 anos, esforça-se para conseguir verba para pagar tratamento e estadia em São Paulo, onde o filho faz tratamento.

Após “vaquinha” online e almoço beneficente, família da criança agora faz rifa de aparelho celular, um Iphone 6S, em prol do tratamento do bebê. Retorno médico na capital paulista é no dia 18 de outubro e a família corre contra o tempo para conseguir angariar fundos.

Lione contou a história do filho ao Portal Correio do Estadoem janeiro deste ano. A falta de dinheiro já fez a família interromper por duas vezes o tratamento do bebê. Conforme ela, Arthur contraiu duas bactérias e pneumonia durante o procedimento de quimioterapia.

“Ele ficou doente enquanto passava pelo tratamento, aí tivemos que voltar para Campo Grande. Ele está tomando antibióticos, descongestionantes e faz inalação três vezes ao dia. De longe dá para ouvir o peito dele chiar por causa da pneumonia. Enquanto ele não melhorar, não podemos retornar com o tratamento, pois a imunidade baixa impede a quimio”, afirmou Lione à reportagem.

Em Campo Grande, Arthur faz tratamento no Hospital do Pênfigo com a médica Rafaela Siuff. Já em São Paulo, menino recebe os cuidados na sede do Hospital do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAAC) com a médica Eliana Caran, especialista em neuroblastoma.

Tormento da mãe é conseguir arcar com estadia no estado vizinho e principalmente com os exames frequentes que o menino precisa ser submetido. Lione está desempregada, pois dedica seu tempo para acompanhar o filho, já o marido faz bicos junto ao pai, sogro da mulher, mas dinheiro não é o suficiente para bancar procedimentos.

“Nossa preocupação são os gastos para se manter lá em São Paulo. Além disso, ele passa por vários exames semanais e são todos bem caros. Como eu não sei quanto tempo ficarei por lá, pode ser uma semana ou um ano, precisamos de dinheiro”, relatou mãe de Arthur.

RIFA

Saída encontrada para conseguir reunir dinheiro para o tratamento em São Paulo agora foi rifar um aparelho celular adquirido especialmente para a nobre causa. Iphone 6S foi vendido por preço abaixo do mercado por empresário de loja de celulares da Capital.

“Compramos o celular por R$ 1 mil, sendo que o valor dele é quase R$ 3 mil. O dono da loja (Maricell) nos vendeu pelo preço mais barato justamente para nos ajudar para angariar fundos”, descreveu Lione.

Mãe do bebê agradeceu a solidariedade oferecida pelos internautas e pessoas próximas à família, pois na primeira “vaquinha” feita para ajudar Arthur, com meta de R$ 20 mil, conseguiu atingir 62,35% do objetivo, arrecadando R$ 12,4 mil.

“Foi com esse dinheiro que pude me manter em São Paulo e pagar o tratamento do meu filho”, disse, destacando também as quantias que recebeu em sua conta bancária de doadores desconhecidos.

Para quem se interessar em comprar rifa para ajudar na causa de Arthur, pode entrar em contato com Lione pelo telefone (67) 9 9686-0515 ou na página do Facebook "Juntos por Arthur". Valor de cada número está sendo vendido por R$ 15. 

Outra forma de contribuir com qualquer quantia financeira é por meio de conta bancária da mãe de Arthur: 

Banco do Brasil

Lione Balta Martins

Agência: 4447-4

Conta Corrente: 19078-0

A DOENÇA

"O neuroblastoma é um tumor maligno que se origina no sistema nervoso simpático. Esse sistema é responsável por estimular ações que permitem ao organismo responder a situações de estresse, como aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, aumento da adrenalina, concentração de açúcar no sangue e ativação do metabolismo geral do corpo.

Os principais locais de aparecimento do neuroblastoma são glândula supra-renal (localizada sobre o rim) e os gânglios simpáticos da linha média do abdômen.

Outros locais que podem ser afetados são o mediastino (espaço entre os dois pulmões) e a região pélvica. O mais comum é a ocorrência em crianças entre 2 e 4 anos de idade", informou o Centro Integrado de Diagnóstico, Tratamento, Ensino e Pesquisa (A.C.Camargo Cancer Center).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREMIO MS
Inscrições para o prêmio de Gestão Pública terminam dia 30 de julho
LAMA ASFALTICA
Alvo de operação da PF, Puccinelli volta a ser preso com filho e dois advogados
Campo Grande
Idosa morre depois de atropelamento e motociclista sem CNH acaba agredido
PCC
Facção tem "casa de apoio" para presos em MS
ASSALTO FRUSTRADO
Douradense é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião
Campo Grande
Jovem de 25 anos é morto com tiro no abdômen por ocupante de caminhonete
Campo Grande
Tratado como mendigo no mercado por causa da roupa de trabalho, ele descobriu o preconceito
PCC - Justiça condena membro do PCC
Acusado de integrar PCC e matar jovem é condenado a 22 anos de prisão
SUPER IDOSA
Idosa ameaça incendiar filha e corpo de bombeiros é acionado
MS - Vitimas da Gripe
Estado registra 23 mortes por gripe este ano