Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
ACIDENTE DE TRÂNSITO

Acidente impediu que Eliane tivesse tempo de entrar para 'equipe de heróis'

8 Nov 2016 - 15h49Por CAMPO GRANDE NEWS

A enfermeira Eliane de Moura Coelho, 35 anos, que morreu após ser atingida por carro, na tarde de segunda-feira (7), no cruzamento entre as Ruas Dom Aquino e Joaquim Nabuco, era acadêmica de Biomedicina na faculdade Anhanguera e faria parte da Liga do Bem.

Ontem, quando ocorreu o acidente, a vítima voltava da costureira, onde foi provar a fantasia para participar da equipe de heróis, voluntários que arrancam sorrisos, principalmente de crianças internadas em hospitais. 

“Ela era uma pessoa sensacional”, afirma uma irmã durante o velório, que acontece na igreja onde a vítima frequentava com a família no Bairro Caiobá, na Rua Cibele. 

O cadeirante Dorciney Taveira, 36 anos, marido de Eliane, conta que era a esposa quem cuidava dele. “A gente se casou no ano passado, mas já estávamos juntos há 8 anos”. Essa semana os dois comemorariam um ano de casados. Eliane deixou uma filha de 14 anos. “Ela era uma guerreira, mulher batalhadora”.

Mulher que se doava muito pelos outros e pela família. É assim que o pastor Antônio Carlos de Carvalho, descreve Eliane. Há 5 anos frequentando a igreja, a estudante participava de projetos como arrecadação de alimentos para ajudar as pessoas mais carentes e cantava no coral. “Ela estava em uma fase de realizações. A faculdade era um sonho que ela havia conseguido realizar”, diz o pastor.

 
Amigos e familiares chegam com coroas de flores na igreja, onde acontece o velório. (Foto: Marina Pacheco) Amigos e familiares chegam com coroas de flores na igreja, onde acontece o velório. (Foto: Marina Pacheco)
 
Vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu no local. (Foto: Direto das Ruas)Vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu no local. (Foto: Direto das Ruas)
 

Acidente - Eliane seguia em uma motocicleta Yamaha/Factor roxa, quando foi atingida por uma veículo Fiat Doblo cinza, de placas de Rio Brilhante, conduzido por Deusimar Vieira dos Santos, 57 anos, que segundo testemunhas não respeitou a sinalização de pare e invadiu a preferencial.

A motociclista foi atingida de frente e devido a pancada sofreu vários ferimentos. Segundo os Bombeiros, Eliane sofreu múltiplas fraturas pelo corpo e ainda traumatismo craniano.

O motorista do veículo não ficou ferido. Deusimar fez o teste de bafômetro , procedimento adotado toda vez que ocorre acidente com morte, e o resultado foi negativo. Ele foi liberado após ser ouvido e vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governador Reinaldo Azambuja convoca reunião e admite avaliar redução do ICMS do diesel
GREVE CONTINUAM
Caminhoneiros desmentem acordo com Governo e mantêm paralisação na Capital
TRAGÉDIA EM CAMPO GRANDE
Lúdio Coelho é palco de tragédias e menino de dez anos é a mais recente vítima em Campo Grande
PROTESTO DOS CAMINHONEIROS
Protesto de caminhoneiros contra preço do diesel tem bloqueios em 10 cidades de MS
DESAPARECIDO
Menino de 11 anos vai ao judô e desaparece ao voltar para casa
Campo Grande
Homem é encontrado morto com facada no peito na Capital
LUZ DA INFANCIA
Ação contra pornografia infantil em todo o país tem 9 mandados de busca para MS
PARCERIA GOVERNO DO MS
Com apoio do Governo, prefeitura lança programa para revitalizar região central de Campo Grande
Capital
Mãe denuncia zelador que estuprou criança de 7 anos em sede de projeto social
Campo Grande
Jovem é morto com dois tiros e motivo do crime é desconhecido